Cada pessoa ama de uma maneira e para isso não existe uma regra específica ou algo que defina a quantidade de Amor que alguém deve sentir para que haja uma convivência boa entre duas pessoas.

Porém, um estudo realizado pela Brigham Young University, localizada nos Estados Unidos, descobriu um quesito que muda todo este conceito, pois, de acordo com o que foi analisado, existe um certo fator que é capaz de medir o quanto alguém lhe ama e que é determinante para que uma relação dê certo.

Descubra se ele(a) te ama

Segundo o estudo, a afeição física é o segredo, ou seja, em outras palavras, as demonstrações de afeto que alguém recebe, como abraços, carícias, beijos e outros gestos de amor e carinho, são consideradas aspectos importantes para manterem sólidos os relacionamentos amorosos.

A pesquisa revelou que a troca de afeto entre duas pessoas está relacionada diretamente ao nível de satisfação que existe na relação, sendo que ainda pode desempenhar um papel indispensável para que haja benefícios emocionais e sexuais entre duas pessoas que se amam.

Mas como eles chegaram a essa conclusão?

Para concluir tais afirmações, os pesquisadores entrevistaram 295 candidatos estudantes universitários, foram 100 homens e 195 mulheres. Eles foram examinados para determinarem a ligação que existe entre feição e satisfação de relacionamentos, mas também para revelarem a preferência que as pessoas possuem quando o assunto é expressões de afeto.

Como resultado, o estudo inclui tipos diferenciados de afetos como: carícias nas mãos e no corpo, massagens, beijos nos lábios e no rosto e, por fim, os abraços.

Os melhores vídeos do dia

Todos os tipos de troca de afetos mencionados foram associados a maior satisfação em uma relação, com exceção da troca de carícias nas mãos.

Segundo os candidatos, ao serem acariciados de tal maneira, eles passavam a acreditar mais no amor que o parceiro ou parceira sentia por eles, ou seja, se sentiam mais amados.

Ninguém demonstra afeição da mesma forma

Mesmo que o estudo mostre tais fatos, é preciso ressaltar que cada pessoa demonstra afeição de um jeito e isso pode variar muito. Por isso, é preciso que sejam feitas mais pesquisas em relação a este assunto para que haja conclusões melhores, que sejam mais precisas.

As culturas sociais, por exemplo, podem influenciar muito neste aspecto, como, por exemplo, em determinados países até mesmo o beijo dado no rosto é visto como um simples tipo de saudação e não como um gesto romântico. Assim também como em outros lugares, o beijo na boca dado em público é considerado crime,. Desse modo, faz com que os nativos sejam mais recatados e que não possuam o costume de demonstrarem tanto afeto assim, especialmente em público.