O uso de drogas sempre foi um problema que atinge diretamente a sociedade, milhares de cidadãos e muitas famílias se veem, desesperadas, pelo resultado do uso de drogas e a dependência química.

A sociedade está cada vez mais, sendo envolvida pela violência e por atos criminosos, que chocam a todos com índices terríveis de barbáries, e a finalidade é sempre a mesma, agressões, roubos, ferir ou até mesmo matar se preciso for, para conseguir a droga ou por estar sob o efeito dela. O que fazer então, diante de tal realidade?

Sem obter uma solução mais concreta, vemos cada vez mais, famílias inteiras se despedaçando, por falta de apoio, de conhecimento suficiente.

Talvez a resposta esteja seja na educação, ou através da conscientização dos jovens, das famílias, em todas as esferas, mostrando os efeitos causados pelo seu uso, seria o meio mais contundente de afastar, paulatinamente a humanidade e por fim livrá-la de todo esse mal.

Mas o cenário que vemos é difícil, desorganizado, com famílias desesperadas, [VIDEO] valores perdidos e tomadas pelo sofrimento, deixando marcas, que com certeza se estenderão por muitas gerações.

Quando pensamos em drogas, lembramos logo das famílias pobres da periferia, aparentemente sem objetivos de vida, sem apoio do governo ou recursos financeiros, grande ilusão, as drogas chegam a todas as camadas sociais indistintamente.

Muitos matam e se matam para ter a sua dose diária, praticamente com recursos escassos, mesmo assim conseguem ter acesso às drogas e obterem a quantidade que por hora necessitam.

Agora imaginem entre as grandes celebridades, que dispõem de uma condição financeira invejável, e uma tendência a usufruírem das drogas de uma maneira mais ampla.

Colocamos aqui 10 casos de antes e depois de celebridades que se envolveram com drogas, e que se pudessem voltar atrás observando o que vocês irão ver [VIDEO], talvez o resultado final fosse bem diferente.

1- AMY WINEHOUSE

Amy, cantora inglesa, ela morreu aos 27 anos, tinha duas passagens pela polícia, envolvimento em escândalos, causados pelo uso excessivo de álcool e de drogas, escândalos esses com seu ex-marido, Blake Fielder, que também era viciado em drogas.

Ironicamente um dos seus principais hits ‘Rehab’ falava justamente sobre as suas idas e vindas de clínicas de reabilitação.

Teve uma passagem em turnê pelo Brasil, na qual ela prometia dar a volta por cima, mas o que se pode ver foi, uma apresentação tímida, até certo ponto, constrangedora, com esquecimentos das letras de suas próprias músicas, saídas do palco sem dar satisfação deixando a banda sozinha a tocar.

Amy Winehouse, londrina de nascença, de família judia, desde criança ouvia jazz, e se encantou com o estilo, formando sua primeira banda aos 10 anos. Sua mãe era farmacêutica e seu pai motorista de táxi, a relação com eles era muito conturbada. Seus tios maternos eram músicos de jazz profissional, e ela se tornaria cantora profissional aos 16 anos.

Consagrada com o sucesso ‘Back to Back’, trabalho esse que lhe rendeu cinco prêmios Grammy, o Oscar da música internacional.

Morta aos 27 anos, Amy entrara para a triste e trágica lista de astros da música, que na idade precoce, perderam suas vidas vítimas para as drogas, entre eles, Janis Joplin, Kurt Cobain, Jim Morrison, Brian Jones e Jimi Hendrix.

2- CHARLIE SHEEN

Grande ator e humorista, dono da frase "Ficar sóbrio é chato", com sua vida muitas vezes regrada à cocaína, craque e álcool, foi durante bom tempo centro de uma série de polêmicas, sendo a maior delas o envolvimento de uma revelação de seu status de saúde.

Fez a declaração ao mundo de que era portador do vírus HIV, o anúncio foi feito, 4 anos após descobrir que estava com a doença, causando um reboliço enorme e situações constrangedoras, entre suas antigas parceiras e namoradas.

3- BRITNEY SPEARS

Uma década se passou desde o episódio mais obscuro da carreira de Britney Spears. Há dez anos atrás, a notícia de que a cantora havia entrado num salão de beleza e que tinha raspado a cabeça.

O pior é que tudo retratado por dezenas de paparazzi, que a perseguiam implacavelmente, as imagens da cantora, ficando careca, iriam atormentá-la a ponto de levá-la a um colapso que quase encerrou a carreira da musa, intitulada, "princesinha do pop".

Esta fase negra na vida de Britney devido ao abuso de drogas, no caso cocaína, durou cerca de dois anos, culminando com a perda da guarda dos seus filhos, e de muitos shows cancelados. Já recuperada a mãe dos meninos, Sean Preston e Jayden James, que estão com 11 e com 10 anos, dedica-se a eles, e ao show fixo em Las Vegas o ‘Britney Piece of Me’, com ingressos disputados.

4- PAMELA ANDERSON

Atriz consagrada na séria ‘SOS Malibú’ e considerada durante muito tempo, a mulher mais sensual do mundo, Após muitas cirurgias plásticas e abusos relacionados com drogas e até escândalos sexuais, (cenas sexuais suas, vazadas) Pamela Anderson parece estar fazendo de tudo para mudar sua imagem pública, mesmo que tenha que aparecer praticamente sem maquiagem.

5- COURTNEY LOVE

A vocalista do Hole, e viúva de Kurt Cobain, líder da banda Nirvana, que com apenas 27 anos se suicidou, confessou que usou heroína na gravidez.

6- ROBERT DOWNEY Jr.

E quem não conhece este grande ator, querido e admirado, na armadura do super-herói Homem de Ferro, ou como Sherlock Holmes, mas foi como herói da Marvel que se consagrou vitorioso sob o estigma das drogas. O ator era viciado em heroína, cocaína e anfetaminas, tendo passado um ano na prisão por porte das mesmas.

7- MACAULAY CULKIN

Marcado pela comédia "Esqueceram de Mim", estrelada pelo ator quando ainda criança, Macaulay chegou a ser detido, por estar portando maconha e substâncias controladas, de nome Alprazolam e Clonazepam.

8- AMANDA BYNES

Nos tempos áureos, Amanda teve muito poder entre as celebridades, chegando até ser evidenciada nesse sentido pela "Forbes". Mas foi arrastada, no redemoinho em que se deixou levar, pelo uso abusivo de drogas, chegando a ser detida na recepção do prédio onde morava, envolvendo-se em várias polêmicas.

9- LINDSAY LOHAN

Teve a carreira abalada pelos incontáveis escândalos, internada em clínicas de reabilitação, pega duas vezes com posse de cocaína e conduzindo o seu carro alcoolizada, a atriz responde também a um processo de R$ 151 milhões.

10- RAFAEL ILHA

O ex- integrante do grupo Polegar, afirmou que chegou a fazer parte de facção criminosa, chegou a ficar um ano em meio ao crime, e até liderá-la gerenciando. Foi baleado em troca de tiros, morou debaixo de ponte por meses, tempo esse, que chegava a consumir 70 pedras de crack por dia. "Eu roubava, para manter meu vício, fazia pequenos furtos que geravam uns R$ 700,00".

A primeira internação em clínica de reabilitação, ele tinha apenas 15 anos de idade, e aconteceu mesmo antes dele entrar para o grupo musical.

Fez a mãe e a avó sofrerem muito, a dependência era tanto que chegou a usar a droga na frente delas, que eram ameaçadas se tentassem impedi-lo. A agressividade fazia parte de todo o processo, a mãe de Rafael ia buscá-lo constantemente na favela, relatou que ninguém do grupo nunca o ajudou.