Comportamentos simples do cotidiano podem proporcionar situações bastante constrangedoras na hora das relações íntimas. Contudo, mantenha a calma. Esses imprevistos podem ser evitados. Por esse motivo, resolvemos pedir ajuda de ginecologistas para esclarecer todas as dúvidas sobre o que não pode ser feito antes da hora “H”.

Confira 4 comportamentos a serem evitados antes de ter uma relação sexual:

1 – Ingerir remédios anti-histamínicos

Esse tipo de remédio específico para alergia – os famosos antialérgicos – pode provocar um ressecamento prolongado da mucosa do corpo do ser humano. Como esses medicamentos têm como finalidade interromper as irritações ou a coriza, isso acaba afetando a lubrificação da flora vaginal, segundo o especialista Ricardo Luba, que dá atendimento na Casa de Saúde e Maternidade Leonor Mendes de Barros.

2 – Comer alguns alimentos específicos

O ginecologista afirma que o sabor e o odor da parte íntima da Mulher variam muito devido a inúmeros fatores, como: quantidade de bactérias e fungos que ficam na vulva; se a mulher já está na menopausa; higiene e alimentação regrada. Alimentos que contêm muito ácido, como frutas vermelhas, aspargos e carne de boi, por exemplo, podem afetar o cheiro e o sabor da vulva, relata Ricardo.

Para deixar a saúde da vulva em dia, o ginecologista recomenda beber bastante iogurte rico em lactobacilos e probióticos, que são essenciais para evitar as infecções vaginais.

3 – Ingerir muita bebida alcoólica

Um estudo detalhado realizado na Universidade e Missouri-St. Louis, nos Estados Unidos, constatou que, aproximadamente, 10% das pessoas que ingerem bebida alcoólica antes das relações íntimas têm uma grande dificuldade em alcançar o clímax.

O gênero masculino demora mais tempo para ejacular, enquanto as mulheres precisam de algo a mais para aumentar o estímulo.

O especialista explica o motivo: “O álcool provoca um efeito no sangue, impedindo que o cérebro solte os estímulos excitatórios. Por esse motivo, a dificuldade de alcanças o clímax é bem maior”, revela.

4 – Depilar a região íntima um pouco antes das relações sexuais

Ter o hábito de se depilar momentos antes do sexo não é aconselhável, ainda mais se a pessoa possuir a pele mais sensível. Quando a região é depilada, a camada córnea é retirada e isso faz com que a região íntima da mulher fique muito delicada.

Lembre-se de deixar o seu comentário. Sua opinião é muito importante e nos ajuda a debater temas de relevância para a nossa sociedade.

Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!