Há milhares de pessoas em situação de rua em todo o mundo. Muitas vezes, essas pessoas dependem de uma doação ou uma contribuição dos transeuntes para conseguir comer alguma coisa, se proteger do frio ou fazer qualquer coisa que é consideradas básica na vida.

É justamente essa a situação de Dobri Dobrev, um senhor que vive nas ruas de Bailov, uma vila na Bulgária. Durante muitos anos, ele esteve por aí e sempre dependeu unicamente das esmolas que recebia em seu copo de metal.

Apesar de muita gente contribuir diariamente com o que imaginava ser o sustento de Dobrev, ninguém tinha real certeza do que ele fazia com o dinheiro recebido.

E é justamente isso que torna a história desse senhor surpreendente.

Como qualquer outro morador de rua, ele tem uma aparência pouco agradável. Barbas e cabelos longos, um aspecto sujo e roupas rasgadas deixam clara a situação de pobreza em que Dobrev vive. Ele todos os dias viajava 25 quilômetros de sua vila até a região de Sofia, onde mendigava diariamente.

Jornalista descobre a história do icônico senhor

Durante um trabalho nas igrejas locais, uma jornalista descobriu que havia uma doação do equivalente a R$ 20 mil feita a uma catedral que ajudava crianças carentes. Essa doação foi oferecida em nome de Dobrev.

Então, a jornalista, surpresa com a informação, decidiu procurar pelo homem e descobrir um pouco mais a respeito dessa impressionante história.

Foi então que ela soube que o homem já estava com uma idade muito avançada: 101 anos.

Ele vivia há muitos anos de esmolas, viu a Bulgária passar pela Segunda Guerra Mundial, momento em que quase perdeu completamente a audição por conta das explosões.

A verdade é que o homem vive apenas com o equivalente a R$ 315 de uma pensão que recebe. Todo o restante, o que ele arrecada de esmolas, ele doa para igrejas e orfanatos locais. Muitas igrejas e orfanatos foram recuperados depois da guerra graças às doações de Dobrev. Ele passou a viver em um pequeno abrigo e continuou usando todo o seu dinheiro para caridade.

Motivo para tanta bondade nunca foi revelado, mas Dobrev comentou sobre seu passado com um admirador

Muitas pessoas passaram a admirar a atitude do velho homem. Ele disse a um de seus “fãs” que o que faz é para tentar corrigir um erro cometido no passado, que nunca foi revelado.

Assim, algumas pessoas criaram uma página no Facebook para celebrar as boas ações do homem [VIDEO], que ficou conhecido como “Homem de Deus”. Um site chamado Saint Dobry também foi criado para manter viva todas as ações do homem, que agradece a cada doação com um beijo na mão da pessoa, em sinal de respeito e gratidão.