Muitas pessoas sofrem um bocado por relações sexuais que acabaram mal. Não faltam doenças em uma possível lista de males que são transmitidos sexualmente. Mesmo com todo o nível de informação que existe no mundo, muita gente ainda continua a cometer erros considerados bobos, banais, no momento íntimo. [VIDEO]

Evitar isso pode ser mais difícil do que parece e é para tornar essas informações ainda mais conhecidas que separamos uma lista de cinco coisas que não devem ser feitas antes, durante ou depois dos atos sexuais.

1 - Segurar o xixi por muito tempo na cama

Recentemente, o programa ‘’Bem Estar’’, da TV Globo, uniu os principais especialistas em saúde sexual para chegar à conclusão do que pode e do que não pode ser feito durante o sexo.

Especialmente as mulheres devem ficar atentas, pois, elas têm a uretra menor. Segurar o xixi na cama, por exemplo, é um grande erro, mas que continua sendo perpetuado por muitas representantes do gênero feminino.

A uretra da mulher é menor do que a do homem, o que facilita infecções. Além disso, ao urinar, elas usam uma espécie de sistema autolimpante no próprio corpo, diminuindo a chance de se espalhar doenças importantes.

2 - Usar o sabonete comum para lavar a região intima

Outro erro muito comum é quem usa o sabonete comum para lavar a região íntima. A região do pH vaginal é diferente do que é encontrado nos sabonetes que normalmente são encontrados no mercado. Por isso, o ideal é que elas comprem um específico para a região íntima. Caso isso não seja possível, apenas jogar água corrente na região afetada pode ajudar.

3 - Acreditar que anticoncepcional e pílula do dia seguinte substituem a camisinha

Médicos, no geral, mandam que casais que querem evitar ter filhos usem pelo menos dois métodos anticoncepcionais. São eles, geralmente, a camisinha e a pílula anticoncepcional. A pílula do dia seguinte e o anticoncepcional não substituem o preservativo.

4 - Ficar com roupas molhadas por muito tempo

Isso é um hábito bastante comum. O ideal, após o ato sexual, é que as pessoas tomem um banho e se sequem. Dormir pelado é a melhor escolha, pois deixa a região íntima bastante arejada. Ficar com roupas molhadas pode acabar gerando a candidíase.

5 - Não usar o preservativo durante as relações sexuais por estar com um parceiro fixo

Não é porque um exame deu hoje negativo que o seu parceiro não tem qualquer doença sexualmente transmissível ou possa ter. Por isso, sempre use o preservativo, vá ao médico e faça exames.