Muitas pessoas nem imaginam, mas alguns hábitos que certas mulheres têm no dia a dia podem ser responsáveis por alterar o equilibro que precisa existir na flora vaginal, para que odores desagradáveis [VIDEO]não apareçam. Quando o equilíbrio da flora é alterado, é muito comum que um cheiro mais forte que o normal possa incomodar as mulheres.

É normal a região íntima ter cheiro?

O odor suave e quase imperceptível é completamente normal, de acordo com a obstetra Heloisa Brudniewski. Segundo essa profissional, quando o cheiro é quase imperceptível, as mulheres não precisam se preocupar. Ela ainda revela que esse odor pode mudar de acordo com as fases do ciclo menstrual, pelo qual as mulheres passam naturalmente.

Entretanto, se esse cheiro está mais forte que o normal é preciso buscar orientação médica. De acordo com a obstetra, isso é um sinal evidente que mostra que algo não está normal e, por isso, é necessário que as mulheres procurem um médico, ao perceberem essa situação.

Algumas pessoas não imaginam que, na parte externa do sistema reprodutor da mulher, existem diversos fungos e bactérias, porém, eles vivem harmonicamente. Entretanto, alguns hábitos e até mesmo alguns medicamentos como antibióticos podem provocar alterações na flora.

Confira logo abaixo alguns hábitos que são prejudiciais e podem intensificar o mau cheiro [VIDEO].

Usar roupas apertadas

Quando a mulher opta por usar uma roupa mais apertada, sem perceber, ela está dificultando a respiração da região íntima e isso pode facilitar a proliferação de fungos e bactérias nocivos.

O ideal seria que elas optassem por usar uma roupa mais ‘larga’ e, ao escolher o tecido, dessem preferência por tecidos feitos de algodão. Os tecidos sintéticos atrapalham ainda mais a respiração da pele.

Falta de higiene

A falta de higiene fará com que o odor dessa região se intensifique. O suor daquela região, juntamente com as secreções em excesso, poderá provocar doenças e coceiras desconfortáveis. A higienização deve acontecer diariamente e seria aconselhável que as mulheres escolhessem sabonetes próprios para fazer a assepsia. Hoje existem inúmeros sabonetes íntimos para que a mulher possa escolher aquele que mais lhe agradar. Fazer a higienização é fundamental para manter o pH daquela região equilibrado.

Transpiração em excesso

Para evitar a transpiração excessiva seria aconselhável que as roupas íntimas usadas fossem fabricadas com algodão. Procure sempre dar preferência para tecidos frescos. Lembre-se de trocar as peças íntimas frequentemente.

Lembre-se de deixar o seu comentário. Sua opinião é muito importante para a nossa equipe e sempre ajuda no diálogo.