Há alguns hábitos que não fazem bem para ninguém. Algumas pessoas possuem o péssimo hábito de falar mal delas mesmas. É comum que essas pessoas fiquem pensando em coisas ruins antes de dormir e isso não faz bem.

Esses hábitos são capazes de diminuir a autoestima das pessoas, faz com que elas percam a confiança em si mesmas. Por não terem autoconfiança, deixam até de planejar o próprio futuro.

Essas pequenas atitudes são capazes de impedir as pessoas de serem felizes. São ações que devem ser evitadas. Confira logo abaixo algumas atitudes que podem destruir sua autoestima e, por isso, seria bom você deixar de ter.

Se preocupando com as próprias imperfeições

Nos dias de hoje, é comum que alguns homens e mulheres busquem incansavelmente ter um corpo perfeito.

Cuidar do próprio corpo e da própria saúde não é algo ruim. Porém, quando a pessoa se torna obcecada por isso, ela acabar se prejudicando. Não importa o resultado que ela conquiste, ela sempre está insatisfeita.

O que fazer: é necessário trabalhar o amor próprio. Embora o crítico interior tente lhe convencer que você não é da forma como deveria ser, o ideal é começar a pensar quais são suas reais expectativas e saber se você realmente deve atendê-las. Que tal usar um diário para registrar todos os dias algumas conquistas que você alcançou!

Ficar se comparando com outras pessoas

Ninguém é igual a ninguém. Tenha em mente que você é uma pessoa única. Os seus traços físicos e de caráter são exclusivamente seus. Você não precisa ser igual a ninguém para se tornar uma pessoa melhor.

Você precisa ser você mesma em todas as situações.

É muito comum que as pessoas comparem o pior delas com o melhor dos outros. Como disse uma vez o famoso Theodore Roosevelt: ‘’A comparação é o ladrão da felicidade’’.

O que fazer: não fique se comparando com ninguém. O ideal é que você compare suas conquistas atuais com as do passado. Se for para fazer comparações, se compare consigo mesmo e veja o quanto você já melhorou e ainda pode melhorar.

Se diminuir durante uma conversa

Não fique se humilhando. Esse excesso de humilhação não é nada bom. Ficar o tempo todo dizendo o quanto você é desastrada não fará você deixar de ser. Esses pensamentos são frutos do subconsciente para tentar fazer outra pessoa lhe dar uma resposta positiva dizendo, por exemplo, que você é uma pessoa muito bacana.

Por outro lado, essas falas podem ser o modo que uma pessoa encontrou para justificar os fracassos que ela acredita que acontecerão com ela no futuro. Fuja do pessimismo, isso não é bom.

O que fazer: muitas pessoas nem imaginam, mas nossas fraquezas também são características que nos tornam únicos. Que tal reconhecer suas próprias fraquezas sem precisar se diminuir? Quando nós mesmos a reconhecemos, é bem provável que aqueles que estão a sua volta façam o mesmo.