A ciência e os médicos existem, justamente, para evitar que as pessoas fiquem doentes. Uma coisa que costuma ser muito comum na vida dos indivíduos é o sexo [VIDEO], mas o que muita gente nem imagina é que alguns atos após o sexo podem gerar doenças. Algumas delas realmente preocupantes. Pensando nesse tema importante, o programa 'Bem Estar', da TV Globo, selecionou alguns especialistas das mais diversas áreas. Eles ajudaram a traçar uma espécie de coisas que não podem ser feitas após o ato sexual. A seguir, separamos algumas delas.

Nada de segurar o xixi, especialmente se você for mulher. Isso pode ser perigoso

As mulheres, após o sexo, muitas vezes, mantém um comportamento de não saírem da cama, mantendo-se ao lado dos seus companheiros.

Esse tipo de prática, no entanto, esconde um perigo. Ao urinar, as pessoas liberam a função auto-limpante da uretra. Dessa forma, ela ajuda a liberar bactérias que estão ali paradas, evitando doenças mais graves.

Doenças sexualmente transmissíveis também podem ser transmitidas com mais facilidade, quando a mulher segura o xixi. A uretra da melhor é muito menor do que a do homem, por isso, as lesões por atrito e as infecções transmitidas são bem maiores.

Cuidado com o lubrificante e a camisinha escolhida

Alguns lubrificantes são tão poderosos que podem provocar pequenos buracos no preservativo. Por isso, o ideal é sempre ter dois métodos contraceptivos. Estar com um parceiro confiável é outra coisa que sempre deve acontecer, já que assim evita-se a transmissão de doenças. Quantos mais parceiros para uma única pessoa, maior a chance de contaminação pelas mais diversas enfermidades.

Nada de usar roupas molhadas. Elas podem transmitir a candidíase

Outra doença chata que pode ser transmitida após o sexo é a Candidíase. Isso porque muitas pessoas não trocam de roupas e ficar com peças molhadas pode ser muito prejudicial. No entanto, não é apenas no sexo que isso pode ocorrer. Muitas pessoas tem costume de malharem ou tomarem banho de piscina e ficarem muito tempo com a mesma roupa. Isso pode também causar a transmissão da candidíase.

Outra dica sempre importante é não usar o sabonete comum na área íntima da mulher, já que o sabonete que se compra no mercado - sem ser o especializado - tem ph diferente do da vagina.

E você, o que achou dessa lista de coisas que não devem ser feitas após o sexo? Deixe o seu comentário. Ele é sempre é importante e ajuda no diálogo de temas relevantes.