Uma cabeleireira se recusou a raspar um cabelo todo estragado e emaranhado e, em vez disso que lhe foi pedido, ela fez algo bem diferente. Kayley Olsson tem apenas 20 anos e está se formando como cabeleireira, mas é notícia porque já está usando sua profissão da melhor maneira possível. Afinal de contas, arrumar um cabelo bonitinho nem deve ser tão complicado assim. O mérito está em consertar aquilo que parece impossível. E foi mais ou menos isso que a jovem Kayley fez e deixou todo o mundo rendido. A seu talento, mas especialmente a seu bom coração.

Kayley compartilhou sua história no Facebook e comoveu milhões de corações, depois de seu post ser viral.

A jovem de Waterloo, Iowa, contou que uma menina de 16 anos se sentou na cadeira do salão, e revelou muito mais do que um cabelo mal tratado. A adolescente não está tendo sua identidade revelada, mas este gesto pode muito bem ter mudado sua vida.

A menina contou a Kayley que estava sofrendo com depressão há vários anos e nem tinha forças nem para escovar seu cabelo. O resultado foi esse emaranhado, com apenas 16 anos de vida. A jovem contou que se sentia sem valor e que nem valia a pena ter ou não ter o cabelo escovado, chegando nesse resultado incrível, com um cabelo cheio de nós e com muito maus aspeto. Depois de explicar porque seu cabelo estava assim, ela pediu a Kayley para raspar sua cabeça, para ela poder tirar a foto da escola.

Caso contrário, ela seria proibida de entrar.

Comovida com essa história, Kayley se recusou em raspar essa cabeça e preferiu gastar 13 horas, consertando esse cabelo. A jovem cabeleireira compartilhou essa história, como lembrete de que a doença mental afeta pessoas de todas as idades e do quão grave pode ser.

Em poucas horas, ela já havia chegado a mais de 160 mil pessoas, recebendo 67 mil reações e mais de 8500 comentários no seu post. Kayley começou por contar que essa foi uma das experiências mais desafiadoras que ela já teve, e que nem podia acreditar quando a adolescente contou para ela que apenas se levantava da cama para usar o banheiro.

"Quando ela entrou no salão, ela nos disse para cortar tudo, que não aguentava a dor de penteá-lo", recordou Kayley, antes de afirmar: "Honestamente, isso quebrou meu coração e tentamos tudo o que pudemos para manter o cabelo dessa menina para ela! No final do dia, quero que isso seja uma lição para as pessoas".

Kayley entendeu que a Saúde mental é muito importante e que nenhuma criança deveria se sentir assim, tão sem valor, como essa menina estava se sentindo. "Depois de estar aqui 8 horas ontem e 5 horas hoje, finalmente fizemos essa linda garota sorrir e se sentir como se ela valesse alguma coisa", contou Kayley, muito satisfeita com o resultado que conseguiram.

Veja as fotos do antes e do depois dessa menina:

Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!