Amanda McLaughlin tem 23 anos, é americana e sofre de uma condição rara que está afetando sua vida, desde seus 13 anos. A jovem loira tem uma desordem de excitação genital persistente, o que significa que ela está sempre excitada. Além de viver quase sempre com aquela sensação de quase orgasmo, ela sofre ainda com dores nas pernas e dores pélvicas, sofrendo com um inchaço doloroso em sua área íntima. Foi em um documentário de televisão, da BBC3, que essa jovem e sua família expôs esse problema raro, e Amanda contou ainda sobre o apoio do seu noivo, JoJo, a quem ela "implora por sexo" quase todos os dias.

Por um pouco estranho que possa parecer, a condição de Amanda foi diagnosticada pelos médicos.

Inicialmente todos estranharam, mas a verdade é que a disfunção existe mesmo e ela toma aproximadamente 30 tipos de medicações para tentar aliviar seus sintomas, especialmente por causa de suas dores. "Não é divertido estar excitada o tempo todo. Parece que você está prestes a ter um orgasmo, mas que nunca passa", explicou Amanda.

Esses sintomas começaram quando ela tinha apenas 13 anos de idade, mas apenas foi diagnosticada com essa condição cerca de seis anos depois, em uma época que ela já era ativa sexualmente. Nesses primeiros tempos, todos pensavam que ela era um pouco ‘’louca’’ por sexo, e ainda hoje sua mãe se culpa por não ter acreditado na filha.

Amanda queria ter relações o tempo todo, tentando aliviar seus sintomas, o que nem sempre foi bem aceito por sua família, que desconhecia seu problema.

Agora, sua mãe, Victoria, está completamente do seu lado, tal como o noivo. JoJo faz tudo para que ela se sinta melhor, apesar de nem sempre ser fácil ficar do lado com uma pessoa como Amanda.

"Os relacionamentos são realmente difíceis de manter com este problema. Mas ele nunca me julgou, ele nunca me fez sentir mal. Foi amor à primeira vista", conta Amanda sobre seu relacionamento com JoJo. Ela revelou ainda que, por vezes, ela chega a chorar, implorando a ele, para "fazer sexo", em uma tentativa de aliviar sua pressão.

JoJo contou que ficou um pouco assustado quando descobriu sobre essa desordem de sua namorada. No entanto, ele já estava demasiado apaixonado e se sentiu preparado para seguir em frente, junto com Amanda.

Amanda toma, atualmente, 30 tipos diferentes de medicamentos para aliviar a dor causada por sua condição. Ela também usa "inserções de gelo" para aliviar seu inchaço pélvico. A jovem está sendo acompanhada pela médica Priyanka Gunta, que é professora assistente de neurologia na Universidade de Michigan.

Sobre esse caso, ela disse: "Porque é um diagnóstico tão raro e existe uma pesquisa tão pequena que não sabemos exatamente o está causando isso. Suspeitamos que seja multifatorial. Eu não tenho uma cura rápida para isso, mas vamos tentar algumas terapias diferentes. Tenho muita esperança de que possamos melhorar seu funcionamento".