2

Foi no dia 7 de agosto que tudo começou. Adam Ellis, um nova-iorquino típico, começou a relatar algumas bizarrices que aconteciam dentro de sua casa pelo Twitter: "Então, meu apartamento está sendo assombrado pelo fantasma de uma criança morta e ela quer me matar!" Logo, houve apreensão geral e mais de 50 mil pessoas se interessaram pelo estranho caso.

Com o interesse geral despertado, Adam contou suas primeiras experiências com o pequeno Fantasma assassino. Contou que em uma ocasião sofreu paralisia durante o sono e ao abrir os olhos deparou-se com metade de uma cabeça infantil, completamente deformada. A parte que estava faltando parecia ter sido arrancada com uma mordida.

Era apenas o início de seu tormento. Adam divulgou um retrato falado da aparição em sua rede social, da melhor forma que pôde.

As noites seguintes foram obviamente mal dormidas. Em uma delas, quando pregou os olhos por breves momentos, apareceu desta vez uma menina. E ela perguntava se ele viu o dear david, o nome do garoto-fantasma.

Respondendo negativamente, a menina pôs-se a revelar detalhes sobre aquele menino macabro: ele já estava morto, e tinha por hábito aparecer somente à meia-noite, mas se seu nome fosse pronunciado pela pessoa que o viu, ele concederia a essa pessoa o direito de lhe fazer três perguntas. Porém, a piedosa garota alertou Adam: "Não faça uma terceira pergunta a Dear David, ou ele o matará!" Adam ficou perplexo com toda aquela situação. Ele ficou algumas semanas em paz, sem nada anormal acontecendo em sua casa.

Foi quando o terror retornou.

Dear David aparece de novo! A pergunta mortal!

Sim, Dear David com sua cabeça mordida, surgiu do nada em outro sonho de Adam. Assustado, fez o que a menina o aconselhou. Chamou o nome da Assombração. E foi-lhe concedido o direito de fazer as perguntas. Adam não se fez de rogado e perguntou como o menino tinha morrido.

"Morri em um acidente em uma loja", respondeu Dear David. Adam emendou uma segunda pergunta de imediato.

" Como foi esse acidente?" O menino respondeu que uma estante foi empurrada por alguém e desabou em cima de sua cabeça, matando-o. Por isso, a cabeça faltava um pedaço. Instigado e ansioso, Adam preparou-se para fazer a terceira pergunta:

"E quem que empurrou a estante?" Tudo ficou muito tenso agora. O final disso não foi revelado. Adam está revelando, mas na base do conta-gotas, pois está agora com uma imensa horda de seguidores. Mas se o Adam está vivo, quer dizer que Dear David tem seu lado, digamos, espirituoso.

Ultimamente, Adam tem se precavido com seus itens antifantasmas: incensos, câmeras posicionadas pelo apartamento, assim como gravadores de som. Nas últimas semanas, são os gatos de Adam que têm sofrido com possíveis aparições de Dear David. Quando bate a meia-noite, os bichanos ficam tensos e concentram suas atenções na porta de entrada da moradia, como se alguém estivesse ali.

Dear David continua na espreita, possivelmente.