Temos o costume de dizer que Beyoncé "faz a fina" e ignora completamente qualquer negatividade que a mídia e os haters emanam contra seu sucesso, mas a verdade é que ela não leva desaforo para casa. Por isso, veja dez situações em que Beyoncé respondeu a tanto ódio gratuito da melhor maneira possível, que é por meio de seu trabalho.

1 - A sobrevivente que eu e você queríamos ser

No fim de 1999, algumas integrantes do Destiny's Child foram retiradas do grupo. Por causa disso, o mesmo chegou a ser comparado com a série de televisão Survivor. Isso foi ironizado pela imprensa, que dizia que, no final das contas, haveria apenas uma sobrevivente nele.

Então, ao invés de absorver toda aquela difamação, Beyoncé decidiu que essa seria uma das muitas vezes em que transformaria limões em limonada, compondo "Survivor" e conquistando um Grammy Awards com a música.

2 - Não é porque veio da gravadora que ela vai deixar de tirar sarro

Em 2009, Beyoncé realizou um show intimista na cidade de Las Vegas (EUA) e aproveitou para contar um pouco da sua história, inclusive que conseguiu provar seu valor para a Columbia Records.

“Agora estamos em 2003 (...) Coloquei meu coração e minha alma para escrever meu novo álbum Dangerously In Love e depois de tocar as músicas para minha gravadora, eles disseram que não tinha nenhum hit no meu álbum. "Dangerously In Love", "Me, Myself and I", "Baby Boy", "Naughty Girl" e minha canção preferida "Crazy In Love". Eles disseram que eu não tinha um hit no meu álbum! Acho que eles estavam certos, eu tive cinco,” relembrou Beyoncé, com um sorriso no rosto.

3 - Bem na sua cara

Há 7 anos, a atualmente vencedora de 22 "copinhos de ouro", como dizia Blue Ivy Carter, jogou bem na nossa cara sua prateleira de Grammys no videoclipe da faixa "Why Don't You Love Me", deixando claro que não existe razão para não amá-la. Ela tem tudo: beleza, classe, estilo, bunda, dinheiro, e claro, muito talento.

Ah, e também para que a gente não esqueça quem foi a primeira artista a conquistar seis Grammys em uma única noite.

4 - Rir é o melhor remédio

Beyoncé ficou grávida pela primeira vez em 2011, e uma das etapas mais importantes e felizes da então nova mãe, foi vista pela mídia como uma oportunidade de espalhar boatos. A mesma mídia que vivia "engravidando" Beyoncé todos os anos, decidiu que quando ela realmente estivesse esperando uma criança, fariam o mundo duvidar.

“No momento estou filmando o vídeo de "Countdown" e estou grávida de seis meses, fingindo que meu estômago é achatado em maiôs (risos). Só que graças a Deus, você não pode realmente dizer pela frente, mas não estamos virando de lado, oh, baby,” brincou Beyoncé.

5 - Ela é afrontosa

Numa cena de "Pretty Hurts", Beyoncé aparece quebrando todos os troféus que conquistou quando mais nova e que de certa forma, fizeram com que ela não levasse uma infância normal. A diretora do clipe explicou que quis mostrar isso para dizer que ganhar esses prêmios pela beleza exterior não te faz melhor.

6 - Curvem-se, vadias

É tanta asneira que inventam sobre Beyoncé, que ela nem se deu o trabalho de debater um por um, zombou dos comentários maldosos de uma só vez. E isso antes de cantar "Bow Down" durante um show da turnê The Mrs. Carter Show (2013) em Houston, Texas.

7 - A polêmica do elevador

Já que ganharam dinheiro em cima do vídeo de Solange agredindo Jay-Z no elevador do Met Gala em 2014, por que não aproveitar a situação e fazer o mesmo? Afinal, não dava pra ficar pior. Beyoncé convidou Nicki Minaj para um remix de "Flawless" e soltou o verso: "é claro que às vezes m*rdas vazam quando há bilhões de dólares num elevador".

8 - Uma voz dessas, bicho!

Em 2013, Beyoncé foi acusada de fazer uso de playback na inauguração presidencial de Barack Obama. Para calar todos aqueles que duvidaram de sua maravilhosa voz, ela abriu a conferência de imprensa do Super Bowl com uma interpretação ao vivo do hino nacional dos EUA.

9 - Não aos racistas

LEMONADE foi de longe o trabalho mais conceitual da cantora, então trouxemos "Formation", o videoclipe que mais polemizou e irritou os conservadores em 2016. Desde que Blue Ivy nasceu, parece que o racismo nunca ficou tão evidente. A internet provou não saber o que é limite e em vários momentos foi extremamente preconceituosa com a criança, levando Beyoncé [VIDEO] a enaltecer a própria filha e o marido, considerados "feios" por não se enquadrarem nos padrões de beleza impostos pela sociedade. Beyoncé gosta do cabelo do bebê dela, com baby hair e afros, gosta do nariz de Jay-Z com narinas Jackson 5 e vocês vão ter que engolir a família Carter.

10 - Bad Bitch B

Agora, vamos deixar o vídeo falar por si só: