A partir do primeiro ciclo menstrual, é aconselhável que a mulher comece a se consultar com um médico ginecologista, que são profissionais especializados em cuidar da saúde do órgão genital feminino.

Muitas mulheres se desesperam pelo surgimento de uma mancha ou ardência na área genital, que no consultório de um ginecologista é resolvido geralmente de forma rápida e segura. O importante é a mulher, independente da idade, visitar um médico de confiança para combater e evitar problemas de saúde.

Confira quatro situações que um médico ginecologista não quer que as mulheres façam:

1- Ter vergonha de ir ao médico

Muitas mulheres inventam desculpas para marcar uma consulta com o ginecologista, por incrível que possa parecer, uma grande quantidade de mulheres se sentem constrangidas ao serem examinadas nas suas partes íntimas por este profissional, procurando ajuda apenas quando aparece um problema que poderia ser evitado, se a mulher tivesse um bom acompanhamento médico.

2- Esperar o início da vida sexual para ir ao ginecologista

Este é um grande erro que as adolescentes cometem. O médico ginecologista não cuida de pacientes que fazem sexo apenas, a vagina é uma área que precisa de cuidados, cuidar da saúde íntima é fundamental.

“Quanto mais jovem a mulher começar a ir ao médico, mais confortável e confiante ela irá se sentir nas consultas com este profissional. Ela ainda poderá tirar dúvidas e melhorar sua vida e desempenho sexual”, diz o Dr. Sérgio dos Passos Ramos.

3- Vergonha de falar sobre suas intimidades

Algumas mulheres ficam com vergonha de detalhar ao médico algumas posições sexuais que fez ou falar sobre algum incômodo que esta sentindo na vagina. É compreensível, pois não é muito agradável falar sobre a vida íntima para um estranho, mas vale lembrar que este profissional está acostumado a lidar com vários casos parecidos e que ele não irá julgar por atitudes ou hábitos que a mulher possa fazer com seu corpo.

O importante é não ter vergonha de relatar o que sente.

4- Parar de comprar produtos “incríveis” para limpeza vaginal

A vagina é uma área muito sensível e muitas mulheres compram produtos “incríveis” para a higienização da região íntima alguns produtos perfumados ou que não são feitos especificamente para a vagina, podem influenciar na flora vaginal. Quando isso acontece, aumenta o risco da mulher contrair bactérias ou fungos com mais facilidade, o aconselhável é a limpeza com sabão neutro e água.