As crianças são conhecidas por seu jeito inocente e simples de se comportar. Apesar de algumas serem verdadeiros ‘pestinhas’, elas nunca iriam ter coragem de matar uma pessoa, por exemplo. Porém, essa afirmação cai por terra quando Crimes bárbaros são feitos por crianças que até então poderiam estar vendo desenhos animados.

Confira alguns dos assassinatos mais macabros cometidos por crianças

1 – David Brom

Olhando para a foto do garoto, é possível observar o quanto as aparências enganam. A vida do garoto mudou completamente quando sua família foi encontrada morta em sua residência. Até então todas as suspeitas caíram sobre o garoto, que um dia antes teria confessado para amigos próximos dizendo que planejava matar sua família.

2 – Alyssa Bustamante

A jovem [VIDEO] tinha apenas 15 anos quando cometeu um crime de estrangulamento em uma menina de 9 anos de idade, em outubro do ano de 2009. O crime aconteceu em Missouri, Estados Unidos, e chamou a atenção pela forma como o corpo foi encontrado, envolto sobre folhas em uma floresta. Ao ser perguntada sobre a motivação, ela respondeu: “Eu apenas queria saber como era matar uma pessoa”.

3 – Craig Price

O garoto tinha apenas 13 anos de idade quando cometeu seu primeiro assassinato. Depois ainda matou mais três pessoas antes de ser capturado no ano de 1989. Muito calmo, ele respondeu todos os questionamentos dizendo que utilizou facas de cozinha para matar suas vítimas.

4 – Carl Newton Mahan

Acreditem! Ele tinha apenas 6 anos de idade quando, em 1929, por acidente, matou uma menina de 8 anos que havia batido em sua cabeça com um pedaço de metal. Ele, para descontar, pegou a espingarda e atirou sem pensar duas vezes.

5 – Eric Smith

O garoto [VIDEO] tinha 13 anos de idade quando, em 1993, convenceu um garotinho de apenas 4 anos a acompanhá-lo até um bosque. Chegando no local, Smith esmagou a cabeça da criança e a estrangulou até a morte.

6 – Jesse Pomoroy

Ele tinha o costume de mutilar crianças usando cintos e facas. No ano de 1874, Jesse assassinou uma garota chamada Katie Curran e escondeu seu corpo no porão da loja da mãe. Com apenas 14 anos de idade, ele acabou se tornando uma das pessoas mais novas a serem condenadas por um assassinato no estado de Massachusetts, Estados Unidos.

Todas essas crianças possivelmente sofriam de algum distúrbio, além de nascerem em uma família desestruturada. Isso demonstra a importância de cuidar de seus próprios filhos, os deixando longe de coisas que possam estimulá-los ao crime.