Os jogadores de Futebol são verdadeiras estrelas no Brasil. Por aqui, essa é uma das profissões mais valorizadas, e mais bem pagas. Prova disso é o valor exorbitante de 820 milhões de reais que foram pagos pelo Paris-Saint-Germain pelo craque Neymar.

Apesar do imenso sucesso do jovem jogador, ninguém nunca conseguiu superar a paixão que o brasileiro tem por Pelé. Ele surgiu também no Santos, e se tornou o maior símbolo da seleção canarinho.

Descubra aqui algumas curiosidades a respeito do maior jogador da história do futebol brasileiro.

1 - O motivo do nome

Pelé já declarou que o seu nome, Edson, foi uma singela homenagem de seu pai ao grande inventor americano “Thomas Alva Edison”, que é o responsável pela criação da lâmpada elétrica.

2 - Trabalho informal

Antes de se tornar um ídolo, Pelé teve que trabalhar muito para ajudar no sustento de casa. Apesar do pai ter sido também um prestigiado jogador, ele sofreu uma grave lesão e perdeu um grande contrato, e por fim foi rebaixado a faxineiro do Bauru Atlético Clube.

Assim, Pelé começou a fazer limpezas também para ajudar o pai nas tarefas.

3 - Engraxate

Quando o pai veio a falecer, deixou de herança para o filho um kit de engraxate, que também serviu de sustento para a família durante um longo e difícil período.

4 - O apelido

Apesar do nome não ter nenhuma relação com o apelido, a história é bem divertida. Quando pequeno Edson era muito fã do goleiro vascaíno Bilé. Mas como não conseguia pronunciar corretamente, ele falava “Pelé”, e assim ganhou o mote.

5 - Preocupações maternas

A mãe de Pelé não queria que ele jogasse futebol.

Isso porque ela mesma ficou traumatizada com a situação de seu marido, que teve uma péssima experiência no esporte. Mas depois de muita insistência, aceitou que o filho fosse jogar no Santos.

6 - A primeira Copa

Ele ganhou a sua primeira Copa do Mundo aos 17 anos de idade, contra a Suécia, país que também recebia o campeonato naquele ano.

7 - Melhor jogador do século

Pelé foi eleito o melhor jogador do século XX pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS) e a FIFA. O título foi concedido por conta das 3 copas do mundo conquistadas, e sua excepcional atuação na melhor equipe brasileira.

8 - Brilhando no Gol

O ídolo também provou seu talento para defender pênaltis quando assumiu o gol o Santos numa partida contra o Grêmio pela Copa do Brasil em 1964. A façanha aconteceu quando o goleiro Gilmar foi expulso aos 84 minutos, e Pelé então defendeu um pênalti decisivo em seu lugar, assegurando a vitória Santista.

9 - Ministro dos Esportes

Ele foi eleito Ministro do Esportes entre 1995 e 1998, durante o mandato de Fernando Henrique Cardoso.

10 - Reconhecimento pelo COI

E como se não bastasse, o Comitê Olímpico Internacional (COI) também reconheceu que o craque brasileiro é o maior e mais notável atleta [VIDEO]do século XX.