Quanto você realmente sabe sobre a pílula do dia seguinte? Você sabe que nunca se deve dormir com ninguém sem proteção (por várias razões como prevenir uma gravidez ou DSTs), mas a pílula do dia seguinte é geralmente usada em último caso, quando a camisinha estoura ou por alguma razão que você não tenha usado a camisinha. Felizmente, a ciência trabalhou nessa pílula de emergência a nosso favor.

Saiba aqui 10 informações sobre esta pílula que talvez você nunca tenha ouvido falar:

1. Não funciona como uma pílula do aborto. Na verdade, o plano B (como é chamada popularmente) funciona retardando a ovulação e prevenindo a fertilização.

Se você já está grávida, a pílula não prejudicará o seu bebê.

2. Existem comprimidos diferentes que funcionam se tomados até 72 horas após o ato desprotegido, e também algumas marcas que funcionam 120 horas depois, mas essas devem ser prescritas. A recomendação é de que seja tomada o mais rápido possível, pois a sua eficácia reduz-se com o passar do tempo. Embora você tenha entre três a cinco dias para tomar anticoncepcionais de emergência, é melhor não arriscar e tomá-lo assim que puder.

3. Existem efeitos colaterais, mas a maioria das pessoas não apresenta muitos deles, embora os mais comuns sejam náuseas e dor de cabeça. E os menos comuns vômitos, fadiga, manchas, dor no peito, tonturas e cólicas.

4. Não pedem identificação na farmácia, ou seja, qualquer pessoa pode comprar uma pílula do dia seguinte.

Os melhores vídeos do dia

5. Não é eficaz para mulheres acima de 80kg, e nem sempre é eficaz para mulheres acima de 75kg de acordo com um estudo de 2011 da Universidade de Edimburgo, na Escócia. É recomendando que essas mulheres usem o DIU como método contraceptivo, que é um objeto de plástico em formato de T.

6. Se você vomitar dentro de 3 horas após tomar a pílula do dia seguinte, deve procurar ajuda profissional, pois talvez ela não tenha sido absorvida no seu sistema e pode não ser eficaz.

7. A desregularização do período menstrual pode ser bem normal, por isso no mês em que você tomou a pílula, sua Menstruação pode vir por mais dias, ou menos dias do que o normal, e também pode ocorrer um sangramento (como efeito colateral).

8. Você pode beber álcool após tomar a pílula que não terá problema algum.

9. Não existe um limite de quantas vezes ela pode ser usada, mas lembre-se que se a mulher está usando-a frequentemente como emergência, é melhor escolher algum outro método de segurança, pois pode ocorrer uma falha em sua eficácia pela frequência em que esta sendo usada. E por conter uma grande quantidade de hormônios, pode causar problemas gástricos e períodos atrasados.

10. Não protege contra DSTs.