Sabemos que filhos são uma verdadeira bênção. Algumas famílias chegam a contar os dias da gestação para poder receber o bebê, que fará parte do novo quadro familiar. Porém, para aqueles que já têm seus filhos, sabe-se que uma das maiores dificuldades é conciliar as consultas médicas, principalmente em dias de trabalho.

Isso porque, na grande maioria das clínicas, os atendimentos são realizados em horário comercial, ou seja, no mesmo momento em que os pais e mães estão trabalhando. Diante disso, a única forma é ter que se ausentar do trabalho para cuidar da saúde dos filhos, que, diga-se de passagem, é fundamental, mais do que qualquer dinheiro ganho em um dia de trabalho.

Vale ressaltar que esse tipo de atitude pode, ao longo do tempo, trazer problemas para a empresa, além de ter, ao fim do mês, aquele dolorido desconto em seu Salário. Porém, o que poucos sabem é que existe uma lei, aprovada no ano de 2016, que dá o Direito aos pais e mães a faltarem pelo menos um dia de trabalho em prol dos filhos com idade até seis anos, sem prejuízo no salário. Regra válida apenas para casos em que seja necessário levar os filhos a uma consulta médica [VIDEO].

A Lei 13.257/2016, além de garantir o já descrito acima, também proporciona outras possibilidades, a exemplo de exames e consultas de pré-natal, nos quais o pai poderá acompanhar sua esposa gestante por até dois dias.

Vale ressaltar que essas novidades têm validade apenas para funcionários de empresas que estão de acordo com as normas do programa Empresa Cidadã.

O grande problema é que, nos dias atuais, poucas empresas fazem parte do programa. Porém vale a pena consultar se sua empresa faz parte desse pequeno grupo.

Caso ela esteja inclusa, comemore! Pois você vai poder usufruir de muitas vantagens vinculadas a esse programa. A regra vale tanto para mães como para os pais e filhos. Inicia já em relação à cumplicidade do pai em poder acompanhar nas consultas de pré-natal, que são realmente indispensáveis e que contribuem para boa saúde do bebê.

Ainda poderá contar com o pai nos primeiros dias de vida do bebê, como também nas primeiras consultas posteriormente. Desse modo, o aproveitamento da ocasião acaba sendo bem satisfatório e mais tranquilo para os pais.

E você, o que achou? Já conhecia essa incrível novidade ou faz parte da maioria que não tinha este conhecimento? Deixe seu comentário abaixo. Ele é muito importante e nos ajuda a sempre estar trazendo assuntos relevantes como este.