Na Flórida, Estados Unidos, um homem apanhou da esposa por um motivo surpreendente. Ele, que tem 43 anos, resolveu invadir o quarto dela, pensando que a mesma estava fazendo sexo com um amante. O motivo é simples: ele escutou gemidos de prazer vindos do quarto da parceira e pensou que estava sendo traído pela Mulher.

Acontece que Flavia Higgs, de 42 anos, estava sozinha no dormitório se masturbando, pois não fazia sexo com Garrett, o Marido invasor, há mais de um ano. A crise no casamento estava tão grande que o casal dormia em quartos diferentes. Ao ouvir os gemidos de prazer e com a certeza que estava sendo traído, o homem resolveu invadir o local, se deparando com a mulher em um momento íntimo.

Irritada com a invasão de sua privacidade, Flavia interrompeu seu entretenimento e tentou expulsar o homem do quarto, fechando a porta. Muito contrariada com o acontecimento, a mulher bateu no marido Garrett e ele acabou dormindo na rua.

Na ocasião, a polícia foi chamada para conter a mulher furiosa e ela acabou sendo presa, mas atualmente ela já se encontra em liberade. Este é um caso no mínimo curioso.

Nas redes sociais, o caso repercutiu negativamente. No Twitter, o usuário Matos Anjos escreveu que a mulher não deveria ter agredido o homem e, que se estava sentindo vontade de fazer sexo, deveria procurar o marido. "Ele estava certo mesmo em invadir", escreveu.

Porém, houve também quem defendesse a mulher. [VIDEO] Cláudia Venceslau apareceu falando sobre seu ponto de vista. Segundo a internauta, todo mundo tem direito a fazer o que bem entender em sua privacidade.

E o sexo nem sempre tem que ser com um paceiro, principalmente nesse caso específico. "As vezes é melhor sozinha", escreveu ela.

Casos pouco convencionais vêm acontecendo nos EUA. [VIDEO] Por exemplo, em um deles o um marido descobriu que estava sendo traído pela esposa e acabou sendo processado por ela e seu amante. O grande motivo é que o traído resolveu invadir a casa do amante de sua esposa e filmar todo o acontecimento com o celular.

Irritado com a invasão, o homem, que era chefe da esposa traidora, resolveu processar o marido da amante por invasão de domicílio como forma de vingança. Ela pediu o divórcio e também processou o marido por invasão de privacidade. O caso deverá ser julgado ainda este mês e poderá render até 15 anos de detenção para o traído.

Deixe seu comentário sobre esses problemas que estão assolando os casais nos últimos anos e compartilhe com os leitores do site o seu ponto de vista.