Todos sabem que é muito difícil falar ou assumir que é homossexual [VIDEO] para a família ou amigo, mas esses jogadores enfrentaram todos os preconceitos e medos e contaram ao mundo sobre sua verdadeira opção sexual. Porém, não foi uma decisão fácil. Veja abaixo.

Justin Fashanu Justin

Era jogador de Futebol, atuando por equipes como Southampton e Nottinghan Forest. Após revelar que era gay no ano de 1990, começou a sofrer muito preconceito, e tinha que mudar de clube a cada vários meses. No ano de 1998, depois de o acusarem de ter abusado de um garoto, ele acabou se matando.

Thomas Hitzlsperger

Thomas é um jogador alemão que revelou ser gay em 2014.

Ele disse que era difícil assumir para mundo que era homossexual por causa do preconceito. O jogador até disputou alguns jogos por sua seleção.

Anton Hysén Anton

Hysén foi o primeiro atleta sueco que revelou ser gay [VIDEO]. Ele é filho de Glenn Hysén, um ex-jogador de futebol que atuou por times famosos, como Liverpool, Fiorentina e PSV. Ele ainda disse que ‘’as pessoas sempre vão ter que ouvir coisas ruins, não interessa o que você faz.’’

Marcus Urban

Marcus acabou sendo obrigado a jogar em times menores após uma lesão. Ele era uma grande promessa. Urban também assumiu sua homossexualidade e disse que essa decisão era como ganhar um mundial.

Robbie Rogers Robbie

Rogers abandonou a carreira no futebol depois de revelar sua sexualidade no começo de 2013. Porém, no mesmo ano, acabou voltando ao time LA Galaxy.

Os melhores vídeos do dia

Ele ainda disse que sentia que era um grande covarde, pois, existiam muitos garotos que estavam lutando contra o preconceito.

David Testo

David Testo é um atleta que passou por times como Montreal Impact e Vancouver Whitecaps. Em uma entrevista a uma rádio, o jogador disse que se arrependia de não ter falado isso antes. Também afirmou que lutou a vida inteira contra isso e que a vida de um jogador gay não é fácil.

Thomas Berling

O jogador, que hoje tem 38 anos, nasceu na Noruega, atuou pela segunda maior liga de seu país e também pela seleção sub-19. Depois de a mídia ter divulgado que ele era gay, Thomas abandonou a carreira no futebol por sofrer preconceito da torcida e dos seus colegas de trabalho.

Jonathan De Falco

Em 2011, Jonathan disse que era gay. Ele abandonou os gramados no mesmo ano. De Falco disse que ter se assumido homossexual foi "a melhor coisa que fiz". Ele nasceu na Bélgica e jogou em times como KRC Mechelen e também já fez alguns filmes Gays para adultos.