Na cidade de Cajazeiras, interior da Paraíba, aconteceu um caso bem inusitado. Foi na manhã de domingo (17), na Rua Raimundo Gomes Pereira, perto do CAIC. Um homem teve que parar seu carro para trocar um dos pneus que havia furado. O o motorista até tentou efetuar a troca, só que dormiu!

Moradores próximos viram o homem “apagado” e chamaram por ele com medo do mesmo ser atropelado por algum carro. Depois de tirar uma "sonequinha" , o motorista dorminhoco se levantou, trocou o pneu de seu veículo e partiu.

Outro caso igual, aconteceu domingo, 3 de abril de 2016, por volta das 16h45. Um homem, ao tentar trocar o pneu de seu veículo, acabou dormindo.

Esse caso aconteceu na Avenida Gov. Paulo Souto, em Jacobina, na Bahia. As pessoas que passaram no local tentaram acordar o cidadão que estava em um sono profundo. O homem dormiu embaixo do carro, deixando todos muito preocupados, pelo fato do "macaco" estar quase caindo. Chamaram a família do motorista pelas redes sociais, já que o mesmo se recusava a despertar.

Cansaço e bebida alcoólica não combinam com direção

Não se sabe a causa, o porquê desses homens terem dormido ao tentarem trocar o pneu de seus carros. Mas o cansaço físico e o uso de bebidas alcoólicas são duas de algumas causas que têm matado nas estradas. Um a cada quatro motoristas dirige alcoolizado.

Evite dirigir com sono

A sonolência é responsável por mais de 10% dos acidentes de carro. Um percentual bem elevado, comparado a outras causas.

Os melhores vídeos do dia

O sono pode estar relacionado a outros problemas de saúde [VIDEO] e não só ao cansaço excessivo. Cada pessoa tem uma necessidade de tempo para repor suas energias. Antes de viajar é importante dormir na noite anterior pelo menos um período de sete horas.

Se beber não dirija

O motorista ao dirigir alcoolizado, coloca em risco [VIDEO] não só sua própria vida, mas também a de outras pessoas. O álcool ao ser ingerido fica no sangue por algumas horas. Pode demorar de seis a oito horas até ser eliminado do organismo. Tomar banho frio, manter o estômago cheio ou beber um café forte, pode diminuir a sensação de embriaguez, mas o álcool permanece no sangue.

Não importa o quanto de álcool possa ter ingerido. Por menor que seja o volume, o álcool diminui os reflexos, dessa maneira a pessoa fica sem condições de conduzir um veículo. A lei não permite nenhum nível de concentração de álcool por litro de sangue para dirigir. Evite multas e acidentes. Se beber não dirija!