A cada dia que passa, as pessoas estão descobrindo novas orientações sexuais, e há algum tempo, o site ‘OkCupid’ acabou descobrindo uma tão estranha, que deixou muita gente encucada. Além de certos termos mais conhecidos como gay, heterossexual, bissexual ou pansexual, o site colocou em sua lista, um que não era muito conhecido, o ‘sapiossexual’.

Em meio a essa ‘era da diversidade’, onde as pessoas estão tentando entender sobre as orientações sexuais da cada um, o assunto se tornou viral em meio a debates nas redes sociais e, enfim, acabou dividindo muitas opiniões. Mas afinal, o que seria esse tipo inusitado de orientação sexual? [VIDEO]

O que é

Segundo o que foi descoberto pelo site, ser sapiossexual é ser facilmente atraído pela inteligência de alguém, ou seja, este seria o principal atrativo que uma pessoa acharia mais interessante na outra e, desse modo, ela se sente excitada sexualmente.

A pessoa que tem esse tipo de Orientação sexual, geralmente sente atração por quem é mais esperta que ela ou tão intelectual quanto ela.

Courtney Geter, uma terapeuta sexual, foi entrevistada pelo site ‘Refinery 29’ e afirmou que concorda que esse tipo de definição faça sentido, porém, ela acha que tais aspectos atrativos, neste caso, podem variar. Explicando melhor, ela disse que alguns precisam realmente ter alguém do lado que possua uma inteligência mais elevada, enquanto outras pessoas se satisfazem em ter a companhia de alguém que seja tão intelectual quanto elas mesmas.

Orientação ou apenas preferência?

De acordo com a terapeuta, os sapiossexuais procuram pessoas que possuem uma boa conversa [VIDEO] e, por isso, visam mais a inteligência do que a beleza em alguém. Entretanto, isso não quer dizer que a aparência não importe para eles, apenas indica que os mais estimulantes intelectualmente, vão ser mais atraentes para eles do que os que menos estimulam.

Os melhores vídeos do dia

O problema em questão aqui é que a maioria das pessoas pensa assim, o que leva a questionar sobre até onde isso pode ser considerado uma orientação sexual afinal? Não seria o caso de ser tratado como um tipo de preferência?

Para Courtney, gostar de alguém inteligente é bem diferente do que sentir atração. Por isso, com base em suas próprias experiências pessoais, a especialista afirma que o sapiossexualismo não pode ser definido como uma característica que não venha acompanhada, assim como acontece no caso da homossexualidade e heterossexualidade.

“...qualquer pessoa de qualquer identidade de gênero ou orientação pode se excitar com inteligência”, afirma a terapeuta explicando como é difícil de se categorizar o sapiossexualismo. Para ela, isso não se trata de uma orientação sexual, mas sim de um tipo de preferência, do mesmo modo como as pessoas podem se sentir atraídas por outras por conta da cor dos cabelos, pela idade, humor ou cor dos olhos.

Em outras palavras, não é preciso sair por aí se declarando ‘sapiossexual’ [VIDEO]só porque sentiu atração por alguém que é inteligente.

Segundo o conselho de Courtney, o que basta mesmo é cada um se conhecer bem para saber o que realmente lhe atrai. Esse é o ideal a se fazer antes de se declarar ser algo que não é ou que nem existe.