Frequente na vida de adolescentes e adultos ao redor do mundo, os cravos e espinhas são problemas para quem preza pela aparência e se preocupa com o bem-estar de sua pele. Existem várias formas de prevenção e tratamento para isso: sabonetes, cremes, maquiagens e outros meios podem evitar que novos apareçam e que os atuais progridam.

Sem tratamento, o problema de pele pode se agravar e a preocupação vai muito além do que pode se causar à aparência: os germes podem infeccionar, aumentar de tamanho e endurecer os cravos e espinhas, trazendo complicações à saúde da pessoa que passa pelo problema.

O problema todo mundo já conhece, porém passar 20 anos com um cravo na pele, sem tentar espreme-lo, era algo não explorado até um homem [VIDEO]resolver filmar a retirada do mesmo de suas costas, causando grande repulsa a quem acompanha a filmagem.

Com cerca de seis minutos de duração, o vídeo mostra o difícil e nojento trabalho dos profissionais para arrancar o cravo. É possível perceber que eles usam uma espátula e uma pinça para fazer a retirada. Depois de muitos puxões, é possível perceber o buraco que ficou na pele.

Nos comentários do vídeo, publicado pelo canal Fábrica de Letreiros no YouTube, algumas pessoas demonstraram a repulsa com as imagens: “nojento e interessante”, escreveu o usuário Paulo Cesar. “Fiquei até zonza depois dessa”, escreveu Ana Cintra, também usuária do YouTube.

Para evitar problemas, é importante lembrar a necessidade de procurar um dermatologista para cuidar da pele caso haja qualquer complicação com uma espinha ou cravo. Ao espremer, é necessária a lavagem das mãos para evitar que germes e bactérias indesejadas entrem em contato com a parte da pele que está sensível.

O hábito de espremer as espinhas pode causar cicatrizes e manchas na pele, portanto, é preciso procurar ajuda de um especialista na área para evitar algo que pode se tornar fixo. A procura pela aparência sem espinhas pode acabar causando complicações à pele, portanto, é necessária a limpeza do rosto antes e depois de usar maquiagens, evitando dormir com os produtos de beleza na pele.

Algumas vezes, vídeos como este acabam fazendo bastante sucesso nas redes sociais [VIDEO], principalmente por mostrar situações inusitadas envolvendo pessoas e casos nojentos ou surpreendentes. O vídeo em questão ultrapassou os 137 mil acessos no YouTube, outros já ultrapassam a marca dos milhões.

Deixe seu comentário sobre isso, compartilhe com os demais leitores seu ponto de vista.