Virgindade ainda é um assunto tabu em muitos países e sociedade. Isso faz com que muitas garotas que ainda são virgens terem muitas dúvidas sobre o que é mito e o que é verdade quando o assunto é perda da virgindade.

A médica ginecologista da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e fundadora do Projeto Afrodite, Carolina Carvalho Ambrogini, em uma entrevista ao portal de notícias R7, declarou que não existe uma idade certa para iniciar a vida sexual e que muitas adolescentes acreditam ainda nos mitos sobre a Primeira vez. Alguns destes mitos são prejudiciais e acabam deixando a pessoa com medo de se relacionar sexualmente.

Conheça abaixo alguns mitos bem comuns e que quase toda garota virgem ainda acredita:

1 - A mulher não engravida na primeira relação sexual

A maioria das adolescentes acredita que, por ser virgem, não corre risco de engravidar na sua primeira vez. Este é um grande erro, qualquer mulher em seu período fértil corre o risco de engravidar.

Usar preservativo é importante em qualquer relação sexual. Além de evitar a gravidez, previne contra várias doenças sexualmente transmissíveis.

2 - Na primeira vez toda mulher sangra?

Nem toda mulher sangra na primeira relação sexual e este é um mito bem popular entre as adolescentes. É normal em algumas mulheres sair um pouco de sangue, o que acontece porque o hímen vai se rompendo aos poucos. Outras não sangram por possuírem um hímen com maior elasticidade.

3 - A mulher engorda ou muda o corpo quando perde a virgindade?

A maioria das adolescentes acredita neste mito, a perda da virgindade não faz crescer o quadril nem engorda. “O corpo da adolescente se transforma porque elas entram na puberdade e nesta mesma fase, elas começam a vida sexual”, explica a ginecologista Carolina Ambrogini.

4 – A importância das preliminares

Uma relação sexual não é feita apenas de penetração, as preliminares são muito importantes. Além de proporcionar muito prazer, é uma maneira de aumentar a intimidade do casal.

5 - Preciso fazer o que ele tiver vontade?

Nenhuma mulher tem que fazer algo que não está com vontade. A relação intima tem que ser consensual, os dois devem respeitar os limites de cada um. A dica é conversar antes, a mulher ter sempre a liberdade de dizer o que quer e o que não quer fazer e o homem tem o dever de entender e respeitar o posicionamento da parceira.

perder a virgindade é uma decisão importante para todas as mulheres. Por isso, deve ser com uma pessoa especial.