Para a maioria das mulheres que precisam procurar um ginecologista essa pode ser uma tarefa bem difícil ainda mais quando algum problema surge e algumas delas acabam tentando esconder isso dos profissionais de saúde. Embora toda Mulher devesse procurar um ginecologista frequentemente, nem sempre elas fazem isso, e deixam para procurar o médico somente no momento em que elas mais precisam, quando algum tipo de doença já está se desenvolvendo ou algo aconteceu e está incomodando-a.

Embora muitos médicos tratam muito bem as suas pacientes, existem algumas coisas que eles consideram bem nojento no momento em que eles precisam examinar as suas pacientes, confira:

Partes íntimas peludas

O mais apropriado no momento em que uma mulher procura uma consulta é depilar a virilha, pois o médico pode encontrar dificuldades para examinar a paciente, além de considerá-la com pouca higiene pela presença dos pelos que não foram aparados.

Os pelos dificultam o médico na hora da eliminação, e alguns deles já relataram que sentiram um desconforto ao examinarem as suas pacientes, pois elas estavam com muito pelos que atrapalhavam a diagnosticar sobre o que estava acontecendo com elas.

Evite falar sobre o que não sabe

Outra coisa que nenhum médico ginecologista gosta é quando elas falam sobre algo que não sabem. Muitas mulheres procuram ajuda médica e acabam criando um certo tipo de atrito com os seus médicos, por apresentar informações das quais elas nem sabem se são reais, pois quem deveria dar informações seria um médico e não a paciente.

Fugir dos exames de rotina

Muitas mulheres deixam para fazer os exames que deveriam ser feitos regularmente somente no momento em que elas encontram algum tipo de problema. Isso faz com que os médicos percam a cabeça com elas, pois existem exames preventivos que deveriam ser feitos regularmente pelas mulheres para evitar que outras doenças sejam diagnosticadas. [VIDEO] Esses exames impedem ainda o desenvolvimento de doenças que podem acarretar em sérios problemas para as mulheres.

Nunca esconda os sintomas do seu ginecologista

Muitas pessoas não gostam de ir ao médico e essa afirmação é completamente entendível por aqueles que só procuram ajuda no momento em que mais precisam ou quando algo já passou do controle delas. No momento em que estão na consulta, o ideal é falar sobre tudo que sente independentemente se elas possuem vergonha ou não sobre que está acontecendo.

A sua libido é assunto para ser debatido no consultório

Entenda de uma vez por todas, a falta de libido em algumas mulheres que possuem resistência para falar sobre isso com o médico pode ser prejudicial. Quando o médico fala sobre a libido algumas mulheres acham que o médico estaria falando apenas sobre a vida íntima dela, mas poucas sabem que a libido está relacionada a diversas doenças e [VIDEO] alguns distúrbios hormonais e sentimentais, que podem resultar em algum problema para elas. Portanto, falar sobre atividades sexuais e sobre como elas vivenciam sua vida amorosa faz com que os médicos percebam o que pode estar acontecendo e o diagnóstico seja mais preciso nisso.