No mundo dos Famosos muitos são os segredos e fatos que ocorrem e que jamais vêm ao conhecimento público. No entanto, de forma igual a qualquer outro mortal, os famosos desta lista participaram - de forma proposital ou não - de Crimes e acidentes que causaram polêmica e comoção pública.

Alexandre Pires

No dia 6 de fevereiro de 2000 o famoso pagodeiro se envolveu em um acidente de carro que vitimou fatalmente o motoboy José Alves Sobrinho. A morte do rapaz ocorreu na cidade de Uberlândia e na época Alexandre Pires foi bastante criticado por não ter socorrido a vítima. Após depor na polícia, a versão do músico foi aceita. Pires relatou que teria saído do local do acidente para receber atendimento em um hospital e negou estar alcoolizado na ocasião.

O músico estava dirigindo acima da velocidade no momento do atropelamento

Goleiro Bruno

O caso do famoso goleiro do Flamengo é um dos mais misteriosos da história recente. No auge de sua carreira Bruno foi acusado de ter sido o mandante do assassinato de sua ex-namorada Elisa Samúdio. A jovem atuava em filmes pornográficos e tinha um filho com Bruno. Uma das peças fundamentais do crime é um amigo de infância de Bruno chamado Luiz Henrique Ferreira Romão, mais conhecido como Macarrão. Em uma das versões possíveis é que Bruno teria mandado esquartejar Elisa e jogar seus restos mortais para os cães. No entanto, nenhuma versão ficou provada e até hoje paira um mistério sobre o crime. Após cumprir pena Bruno está solto.

Renner

Famoso por fazer parte da dupla Rick e Renner, o cantor Renner se meteu em um grande problema no mês de agosto de 2001.

O cantor dirigia sua BMW em alta velocidade e acabou atropelando um motoqueiro e sua namorada, levando os dois a óbito. O acidente ocorreu no km 144 da rodovia SP-304. Posteriormente a justiça acabou bloqueando todos os bens do cantor por não ter pago o montante indenizatório de R$ 3 milhões de reais. De acordo com informações do advogado de acusação, Renner dirigia em velocidade altíssimo, cerca de 160km/h. A condenação do cantor foi de ter que pagar 2 mil salários mínimos às famílias das vítimas.

Edmundo

No dia 2 de dezembro de 1995, o ex-jogador de futebol Edmundo "animal" atropelou e matou três pessoas em um acidente de carro. Quatro anos depois Edmundo foi condenado a 4 anos de prisão por homicídio culposo pela morte de três pessoas. Após recorrer em liberdade o crime acabou prescrevendo e em 2011 o ministro então ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal, acabou arquivando o crime, deixando então Edmundo impune e gerando revolta nas mídias.

Guilherme de Pádua

Um dos casos mais comoventes da televisão brasileira envolve o ator Guilherme de Pádua.

Tudo aconteceu quando o então ator da novela De corpo e Alma foi acusado de ter cometido um crime brutal contra uma das atrizes da novela. A atriz em questão era Daniela Perez, filha de Glória Perez, a autora da novela. O crime aconteceu no dia 28 de dezembro de 1992. Daniela foi assassinada e teve seu corpo encontrado em uma floresta na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. De acordo com investigações, Daniela foi vitimada com 18 punhaladas. O caso gerou comoção nacional e Glória empreendeu uma verdadeira cruzada em busca por justiça. Ao final, descobriu-se que Guilherme de Pádua estava descontente com o seu papel na novela e acreditava estar aparecendo poucas vezes. O crime foi cometido com a ajuda de sua esposa Paula Thomaz. Guilherme cumpriu pena e agora é pastor evangélico.