De acordo com um novo estudo, as mulheres poderiam namorar um homem que fosse ruim na cama, desde que ele tenha outras características mais positivas. Elas até poderiam fazer uma avaliação negativa para seu desempenho nas relações e mesmo assim serem felizes do lado desse homem.

A equipe do site Superdrug Online Doctor questionou 1.500 mulheres da Europa e Estados Unidos sobre compromissos românticos. O objetivo desse estudo foi o de descobrir quais as qualidades que elas preferem [VIDEO] encontrar em um parceiro e o quão importante uma relação íntima realmente é em um Relacionamento.

O que as mulheres preferem na intimidade?

Os pesquisadores perguntaram às mulheres se elas seriam capazes de namorar um homem que não fosse tão bom na parte de “penetração” durante o ato íntimo, mas se ele fosse bom na parte "oral".

As respostas foram surpreendentes. Uma porcentagem muito elevada respondeu afirmativamente a essa questão. Segundo o levantamento, 73% das mulheres disseram que dariam ao seu parceiro uma chance se eles fossem bons na preliminar.

No mesmo sentido e tendo em conta que esse estudo revela que as mulheres dão uma real importância para o ato oral, algumas delas também assumiram que não namorariam um homem que se recusasse a fazer esse ato com elas. Foram 5% das mulheres avaliadas nesse estudo que responderam dessa forma.

Mas, não ficam por aí as preferências das mulheres [VIDEO], que também elegem outras características em um homem. No caso, é mesmo a comunicação. O estudo aponta que 88% das mulheres preferem que seu parceiro seja um excelente comunicador do que um bom amante, preferindo suas capacidades de manter uma boa conversa.

Os melhores vídeos do dia

Preferem comunicação e romantismo

Em conclusão sobre esse estudo, os pesquisadores disseram que homens e mulheres se preocupam verdadeiramente com as preliminares, mas que para um relacionamento duradouro, o mais importante é mesmo uma boa comunicação entre o casal. O ato íntimo pode ter sua importância, mas não tanta quanto uma boa conversa, que mantém vivo um relacionamento saudável.

"O romance e as relações íntimas são tópicos quentes para homens e mulheres em todo o mundo. E o que poderia ser considerado um disjuntor de relacionamento para alguns pode ser tolerado por outros. Quanto tempo dura um relacionamento certamente depende de como os parceiros se sentem uns com os outros e o que eles estão dispostos a aceitar para fazê-lo funcionar. No geral, a comunicação foi sentida como a chave para uma última parceria", concluíram os investigadores dessa pesquisa.

O estudo também descobriu que as mulheres classificam os gestos românticos como mais favoráveis ​​do que o desempenho íntimo, de acordo com 78% das mulheres questionadas. Outras qualidades como cuidar sua aparência física (62%) e a limpeza em casa (52%) foram consideradas mais importantes que o desempenho no ato íntimo.