Todos sabem que os pais são capazes de fazer tudo por seus filhos [VIDEO]. Eles criam, educam e até mesmo pagam os melhores cursos com o objetivo de vê-los crescendo profissionalmente e como pessoa.

A historia que vamos contar hoje fala exatamente sobre o amor de um pai pelo seu filho. Mesmo não tendo condições, eles são capazes de sacrificar a própria vida pelas crianças. Um homem chamado Abdul trabalhava em uma fábrica de chocolate, diferentemente do que muitos iriam imaginar suas condições financeiras eram muito boas.

Ele conseguia cobrir todas as necessidades de sua família e também sua Filha.

Ela podia inclusive se dar ao luxo de ter alguns confortos e comidas que muitas crianças teriam o sonho em ter.

Eles viviam uma vida muito confortável no Líbano, mas, infelizmente a guerra mudou para sempre seu futuro. Eles deixaram o país e foram se refugiar em Yarmouk, onde o homem [VIDEO] começou a vender canetas para sustentar tanto ele como sua filha.

Para terem uma ideia, eles não tinham sequer um telhado para abrigá-los da chuva e tinham que viver em abrigos cedidos pelo governo. Certa vez, um rapaz chamado Gissur Símanarson, que é um ativista norueguês, encontrou o homem vendendo canetas nas ruas e ficou comovido com a cena.

Ele então tirou uma fotografia do refugiado ao lado de sua filha e a imagem se tornou viral.

Os melhores vídeos do dia

Foram diversos compartilhamentos nas redes sociais tornando sua história conhecida. As pessoas puderam conhecer o outro lado da guerra, quando refugiados precisam deixar tudo o que têm para traz em busca de uma nova chance. Com o nome 'Anonymous seller', a fotografia não somente emocionou como também fez com que as pessoas se solidarizassem com aquele homem.

Após o grande sucesso da fotografia, algumas pessoas se propuseram a ajudar Abdul através de doações. Graças a atitude daquele homem que sentiu grande tristeza em vê-los nesse situação, a vida daquele pai mudou completamente. Eles conseguiram fazer uma ‘vaquinha’ onde foram doados mais de 100 mil dólares.

Por causa disso, hoje o libanês e sua filha podem usufruir de um teto além de terem o que comer. Além disso, a jovem também frequenta a escola e Abdul resolveu procurar um emprego. As doações ajudaram tanto, que o pai ainda pretende usar o que sobrou para ajudar outros refugiados que infelizmente passam pela mesma situação.

Isso serve de exemplo para aquelas pessoas que deixaram de acreditar no ser humano. A vida desse empresário mudou completamente da noite para o dia. Infelizmente todos estamos propícios a isso.