As relações familiares podem ser muito problemáticas [VIDEO]. Infelizmente, algumas pessoas parecem que não nasceram para o cargo de serem pais e mães. O motivo que faz com que se pense dessa forma é que algumas crianças acabam sendo torturadas de forma terrível. Um caso julgado este ano mostra o quanto uma mãe pode ser cruel com a própria filha.

A ação que aconteceu na Zona Oeste de São Paulo teve solução na Justiça em maio, quando uma juíza decidiu intervir no que acontecia no seio de uma família. A mãe de uma garotinha, que na época dos crimes tinha apenas 10 anos de idade, a molestava constantemente.

Mãe molestava garota de 10 anos com uso de alicante; mulher é condenada

A mulher realizava todos os tipos de abuso contra a filha.

As ações de molestação à jovem começaram ainda no final do ano passado. A garotinha, que não teve o nome revelado, chegou até mesmo a ser torturada com um alicate pela mulher que deveria dar atenção a sua vida.

O caso foi julgado por Tatiane Moreira Lima, juíza que representa uma Vara da Família da região. Durante pelo menos quatro anos, a menininha era abusada pela mãe e apanhava do padrasto. Ao chegar ao Fórum, a pequena garota surpreendeu ao ter marcas por todo o corpo. Os hematomas eram evidentes e servem como exemplo do que não deve ser feito com uma criança.

Conheça a história da menina que era abusada pela própria mãe

Infelizmente, o que acontecia com a pequena menina em São Paulo é algo comum em muitas casas em todo o país. Apenas o povo não tem ciência do quanto alguns menores acabam servindo de saco de pancadas e objetos sexuais para os seus pais.

A garotinha em questão revela que era obrigada a limpar a casa e se a mãe não encontrasse algo do jeito que queria, acabava sendo torturada das mais variadas formas possíveis.

Mãe má e padrasto abusadores são condenados pela justiça

Os exemplos a seguir, alertamos, podem chocar muitas pessoas. Ela tinha a língua cortada e passava por lesões em outras regiões do corpo. Sua mãe machucou vários órgãos. Ela torturava a garota usando um alicate e tinha um único intuito.

A mãe da garota acabou confessando o que fez. Wanessa de Jesus foi condenada a 33 anos de prisão. O marido dela, de nome Adriano dos Santos, pegou uma pena de 15 anos a menos.As sentenças aplicadas ao casal foram rigorosas, todas em regime fechado. Certamente, na cadeia, eles tiveram que dar muitas explicações para os outros presos.

E você, acha que a prisão é suficiente para remediar um caso como esse? Comente. #Crime absurdo #abusada com alicate