Quelen Assis, colunista do Blasting News e apresentadora do canal "Falando Tudo" no Youtuber, apresentou uma retrospectiva dos sambistas que faleceram em 2017.

No vídeo, a apresentadora fala do percussionista e ícone da escola de samba Unidos de Vila Izabel, do Rio de Janeiro, Mestre Trambique. O músico faleceu em 22 de fevereiro, aos 70 anos de idade, em decorrência de um câncer.

Já em seguida, o grande compositor e cantor, Almir Guineto foi lembrado. Ele, que também faleceu aos 70 anos, foi integrante do grupo Fundo de Quintal. Almir Guineto morreu em 05 de maio de 2017.

No mês de julho, os sambistas citados foram Pirulito, Luiz Grande e Guaracy 7 cordas.

Pirulito, que morreu no dia 19, era percussionista e tocou com Emílio Santiago, Alcione, Djavan, Beth Carvalho e muitos outros nomes da música brasileira. Já Guaracy 7 Cordas, que fazia parte da velha guarda da escola de Samba Portela, e Luiz Grande, integrante do grupo Trio Calafrio, nos deixaram no dia 27.

Adalton Magália, cantor e compositor [VIDEO], morreu em 06 de agosto. Wilson das Neves também foi lembrado. Ele que era compositor, cantor e foi baterista de Chico Buarque, faleceu em 26 de agosto.

Pablo do Amaral, que morreu de infarto durante uma partida de futebol, no Rio de janeiro, em 07 de setembro, também foi lembrado.

Paulinho do Aba, foi o nome que deixou saudade em 26 de setembro, autor do samba "Na aba", gravado por Martinho da Vila, este compositor teve um AVC e nos deixou aos 72 anos de idade.

Conhecido no samba, e também na música baiana, Lourenço Olegário, que faleceu dia 01 de outubro, foi lembrado por sua composição "Sorte Grande" , interpretada por Ivete Sangalo.

Ataulpho Aves Junior marcou o dia 15 de outubro ao sofrer um infarto, aos 74 anos.

Outro integrante do grupo Trio Calafrio, também deixará saudades. Barbeirinho do Jacarezinho, que em 14 de dezembro, teve morte cerebral devido uma queda que sofreu em casa.

E fechando o mês de dezembro, no dia 15, faleceu o cantor e compositor César Veneno.

Lembrando estes nomes do samba, que deixaram saudades, é quase impossível não lembrar de Arlindo Cruz, que, apesar de vivo, teve à morte anunciada por diversas vezes.

Arlindo [VIDEO]Cruz não morreu?

O cantor e compositor, após ter sofrido de um AVC, em março de 2017, teve sua morte anunciada na internet e também em programa de televisão.

Mesmo após a família do artista informar que o mesmo está vivo e segue internado, a notícia foi transmitida pela apresentadora Sônia Abrão, acabou se tornando viral e sempre retoma as mídias sociais fazendo ressurgir o boato de "morte" do cantor.

Em 5 de dezembro, completou 9 meses que o cantor segue internado, em um hospital do Rio de Janeiro. Arlindinho recorreu ao Instagram para pedir orações em prol da recuperação da saúde de seu pai.