Especialistas estão constantemente a nos aconselhar como fugir dos excessos de fim de ano [VIDEO]. Muitos pensam que tal excesso refere-se apenas ao Natal e Ano Novo [VIDEO], e esquecem de incluir na lista à comemoração com as amigas, inclusive da academia, churrasco do escritório, comemoração no condomínio, acompanhar amiga em uma festinha que ela julga ser enjoada, enfim, muitas são as técnicas e as dicas, porém como somos práticos já vamos dizer o que testamos e o que funcionou para nós, sem contrariar qualquer um dos especialistas.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Horóscopo

Em nossas pesquisas descobrimos que cada quilo a mais na balança é fruto da comilança de 7.000 calorias a mais no nosso consumo diários, podendo, num simples toque de mágica, produzir um erro na balança que acarretará o aumento de cerca de 3 kg (chamem o INMETRO) no aparelho, não no nosso peso.

Apesar de que os especialistas consideram também a massa, porém, para não complicar, 7.000 calorias a mais exigirá de nós no mínimo 7 dias para perder isso, considerando a perda de 1.000 calorias ao dia, ou seja, antes que essa matemática desanime o nosso divertimento, vamos logo para os finalmente e verificaremos o resultado.

Assim, para não os desanimar, vai a maior das dicas, saia sempre de casa com a refeição já feita, com a janta normal com menos quantidade de caloria, mas uma boa saciedade, como se não precisasse ingerir mais nada, coma apenas para não “fazer desfeitas”.

Para não exagerar nas guloseimas da festa, a dica passada é um dos melhores meios para não sucumbir às tentações. Outra super dica é ir para as festas com uma bolsa bem grande (essa é sinistra, mas seja discreta amiga), pois lá você põe o que pode congelar (lembre do saquinho à vácuo para não sujar sua Prada ou Chanel) para ir comendo ao longo do período e em janeiro, ou seja, você passará a comer de tudo um pouco e ainda perpetuará a sua vontade, não comendo tudo de uma vez (como diz minha mãe) parecendo que o mundo irá acabar.

No período de festas, não salte nenhuma refeição, coma frutas, fibras e vegetais, isso também ajudará num maior controle sobre as beliscadas descompromissadas. Se tudo isso apertar, a dica é: higienização bucal, super recomendado após as refeições, vá ao banho e de aquele trato no sorriso, fio dental (bucal), escova e pasta de dente, primeiros-socorros para quem está prestes a cair de boca em um pudim. Assim, com a higienização completa, o gosto que fica na boca acentuando o paladar de quero mais tende a desaparecer.

Se mesmo assim, ao chegar em casa bater aquela fome destruidora, tente mais uma vez se controlar, faça um chá quente (cidreira ou camomila) junto a uma ou duas fatias de torrada, mastigando bem e devagar. Caso tenha tempo durante os 30 minutos anteriores, tome ao menos 800 ml de água bem devagar, pois dará tempo de ir ainda ao toalete antes de dormir e não atrapalhar o seu sono de beleza.

No dia seguinte, lembre sempre de se hidratar, comer frutas, almoço mais leve, refeições sempre com pequenos intervalos entre elas, pode-se incluir um suco de laranja e um iogurte desnatado com cereais, ou um chá verde que tem um efeito de limpeza acompanhado por uma fatia de pão integral, no meio da manhã e, à tarde frutas da época e de fácil digestão.

Como em alguns lugares o clima é ameno ou mesmo frio, ideal no almoço são sopas ou caldos leves, porém, nada de misturar com pão ou torradas. Pode complementar com vegetais e legumes crus ou cozidos no vapor, nada de refogadinho ao alho e óleo, certo amigas?

Vamos evitar durante o dia molhos, inclusive vinagretes com adição de gordura e vinagre, carnes, massas recheadas, nugget, panettone, salsichas, sorvetes, pudins, enfim, tudo que não seja saudável e que compense o excesso da noite anterior, sem te deixar fraca ou ansiosa.

Quanto às sobras das ceias, festas, ou aquelas no estoque das bolsas, devem ser muito bem acondicionadas, congeladas de forma correta e consumidas como prêmio nos períodos seguintes, nada de fazer novos pratos, fritar as carnes que foram assadas, pois alguns pratos podem potencializar a gordura, potássio ou outros elementos nocivos a essa altura do campeonato, portanto, se fizerem tudo isso e ainda conseguirem fazer pequenos exercícios que não seja apenas levantar e abaixar o copo, dê-se por satisfeita e no final irá compensar o esforço, pois veremos juntas que você não perdeu nada, fez um estoque pro futuro e ainda manteve a forma e principalmente o seu bem-estar.