Ter um animal de estimação pode trazer enormes benefícios à saúde; estes pequenos amiguinhos peludos são capazes de promover alegria e bem-estar mesmo em momentos de crise, são carinhosos, divertidos e, cientificamente, já foram apontados como o meio mais fofinho de prevenir a depressão e os problemas cardíacos, além de alergias e pressão alta.

Tanto os cães [VIDEO] como os Gatos - bem como algumas espécies de roedores, peixes e pássaros - podem mostrar-se excelentes companhias, sobretudo para quem mora sozinho. Criadores indicam que, da mesma forma que é bom para nós seres humanos ter uma companhia, também para os bichinhos é importante ter alguém para conviver nos momentos de ausência do dono.

Por essa razão, muitos proprietários de animais de estimação [VIDEO] recorrem a casais ou duplas de bichinhos, para que um possa fazer companhia ao outro nos momentos em que seus humanos não estiverem em casa.

Acontece que, vez ou outra, esses bichinhos não somente se tornam amigos inseparáveis como também verdadeiros ''parceiros no crime''. Se um pet já faz bagunça em casa, imagine dois! E como zangar-se com essas carinhas fofas?

O portal de humor norte-americano 9GAG reuniu fotografias hilárias de duplas de bichinhos ''criminosos'' carregando suas ''plaquinhas da vergonha''; você confere as melhores (legendados em português) a seguir:

Roubo e depredação de meias

''Eu como meias.''

''Eu forneço as meias.''

Consumo ilegal de giz colorido

''Eu comi uma caixa inteirinha de giz colorido e fiz cocô de arco-íris.''

''Eu comi os arco-íris.''

Homicídio de elfo natalino

''Eu comi o elfo natalino que estava na prateleira.''

''Eu ajudei porque ele era assustador.''

Pecado em dose dupla

''Eu comi uma Bíblia esta noite.''

''Eu acho que ajudei, nos perdoe Jesus!''

Mais um caso de roubo de meias

''Eu roubo meias.''

'' E eu as como.''

Limpando as evidências do crime

''Eu faço cocô em quartos escuros.''

''E eu como as evidências.''

Ocultação de prova

''Eu faço cocô no chão do banheiro.''

''Eu uso as calcinhas da mamãe para esconder o cocô.''

Cumplicidade

''Eu como o cocozinho dela.''

''E eu como o dela.

E beijamos a mamãe logo depois.''

Quando não impedir também é ser cúmplice...

''Eu fiz xixi na cabeça do meu irmão.''

''E eu deixei ele fazer.''

Trabalhando em equipe

''Trabalho em equipe.''

Bônus

''Eu envergonhei minha família.''

''Eu provavelmente ajudei.''

O que você achou destas duplas de pequenos ''criminosos''? Seria capaz de zangar-se com eles?

Deixe seu comentário.