Os Filmes de terror são um dos gêneros preferidos dos telespectadores. Através deles, é possível viajar para um mundo sombrio onde praticamente tudo o que está em sua volta quer te matar. Não é à toa que cada vez mais grandes produtores investem pesado nesse tipo de conteúdo.

Até mesmo na internet é possível encontrar canais especializados nesse assunto. Apesar da maioria das pessoas acreditar que tudo não passa de um conto fictício, alguns filmes usam elementos e acontecimentos da vida real como base.

Publicidade
Publicidade

Você provavelmente já viu ou pelo menos conhece o filme ‘O exorcismo de Emilly Rose’. Repleto de cenas capazes de assustar até mesmo o mais corajoso dos homens, a trama é baseada em uma história real. Porém, como já é de costume, os produtores e criadores mudam um pouco a história e os personagens tentando preservar por exemplo sua identidade real.

No filme, o tema principal é o exorcismo que cada vez mais chama atenção das pessoas.

Publicidade

Algumas igrejas evangélicas tem o costume de fazer esse tipo de ação. Por causa disso, muitas até mesmo são criticadas por várias pessoas. A verdade é que existem coisas totalmente estranhas e inexplicáveis no mundo e com certeza o exorcismo de Annelise Michel é uma delas.

A historia de Annelise na verdade foi usada de inspiração para o filme. Aos 16 anos de idade, a jovem foi diagnosticada com epilepsia.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Cinema

Ela era muito religiosa e sua família seguia como doutrina o catolicismo, por causa disso, a jovem tinha o costume de sempre ir à igreja. Porém, quando completou 20 anos de idade, tudo começou a mudar e suas crises aumentaram drasticamente.

Annelise também entrou em profunda depressão e começou a ter alucinações e a ouvir vozes.

O que mais chamou a atenção é que a jovem começou a ter repúdio por crucifixos ou qualquer coisa ligada à igreja. Isso chamou a atenção dos pais, que resolveram submete-la a sessões de exorcismo.

Ela era proibida de beber água, se alimentava de insetos e bebia a própria urina para sobreviver. As sessões de exorcismo eram carregadas de vozes, idiomas diferentes e muitos gritos. Após cerca de 67 sessões, Annelise não resistiu e morreu.

Publicidade

A história ainda chama a atenção e inclusive virou caso de polícia. Muitos se perguntam por que os pais de Annelise não procuraram uma ajuda médica ao invés das sessões de exorcismo. Os padres responsáveis foram condenados a 3 anos em liberdade condicional. O caso com certeza é um dos mais estranhos e polêmicos envolvendo uma suposta possessão demoníaca.

Publicidade

Veja também:

Esses são os verdadeiros nomes destas 8 atrizes de filmes adultos

Lembra da garota mais bonita do Facebook? Seu destino foi cruel e ela pagou caro

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo