Trabalhar no ambiente da televisão não é tão fácil como parece. [VIDEO] Muitos acidentes podem acontecer nos bastidores de uma produção dramatúrgica e deixam o dia a dia do trabalho dos atores com muitos problemas para serem resolvidos. Durante uma gravação de uma famosa novela da Globo, por exemplo, um atriz acabou sofrendo um gravíssimo acidente. O assunto voltou a virar notícia recentemente [VIDEO], pois a atriz acionou a Justiça contra a Globo por ter ficado inválida.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Famosos

Globo é condenada a pagar R$ 30 mil de indenização à atriz que se acidentou em gravação de 'América'

A situação da atriz, que mudaria para sempre a sua vida, começou no ano de 2005, quando ela estava gravando a novela das nove 'América', que era um grande fenômeno em todo o país.

A atriz fazia parte da figuração da história, que tinha nomes como o de Murilo Benício e Deborah Secco. A novela mostrava muitos rodeios em todo o país e a atriz, infelizmente, acabou caindo de uma arquibancada de quatro metros de altura. Ela estava em pleno trabalho quando o acidente aconteceu.

Globo terá que pagar bolada à figurante que se acidentou em 'América'

Por conta da situação, a Globo foi condenada pela Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) a pagar uma indenização de R$ 30 mil. Todos os Ministros da entidade concordaram que era dever da instituição bancar o tratamento, especialmente porque a atriz estava em plena cena. Mesmo passados tantos anos, os problemas da mulher que se acidentou não diminuíram. No momento da queda na gravação de um dos maiores sucessos da autora Glória Perez, a figurante acabou atingindo a lombar.

Isso a impossibilitou de trabalhar e ter uma vida normal.

Atriz processa a Globo após ter tratamento médico abandonado

A figurante informou que inicialmente a Globo bancava todo o tratamento, mas essa atitude do canal mudou com o tempo, deixando ela “a Deus dará” a partir de 2007. Ela alegou na Justiça, que após isso, não pôde mais continuar com o tratamento e isso foi fundamental para que ela tivesse dificuldades para viver. A Globo chegou a recorrer da decisão algumas vezes, alegando até que a quantia à figurante seria muito alta. No entanto, o tribunal utilizou no julgamento laudo pericial que identificou invalidez parcial permanente em 50%, motivo pelo qual afastou o caráter temporário do pagamento de pensão. Em seguida, mandou que a emissora pagasse também meio salário mínimo todos os meses, até a morte da figurante.