Alguns crimes acontecem de maneira que o país e até o mundo inteiro ficam chocados. [VIDEO] A Delegacia de Repressão de crimes de Informática, no Rio de Janeiro, por exemplo, teve que investigar uma das ações criminosas mais conhecidas do país em todos os tempos. Uma menina sofreu um Estupro coletivo em uma favela do Rio de Janeiro. O caso gerou repercussão graças a vídeos e fotos do abuso, feitos pelos próprios estupradores e que foi parar nas redes sociais. [VIDEO]Em um dos vídeos, um dos criminosos diz que a menina foi abusada por mais de 30 homens e que parecia gostar do que estava ocorrendo.

Vídeo de estupro coletivo em favela do Rio de Janeiro teve grande repercussão no mundo

A vítima tinha apenas 16 anos na época.

Em um dos posts feitos pelos criminosos, eles dizem que a "mina" foi "amassada" e que após os atos sexuais a sua região íntima estava "larga" e que, no local, passaria até um trem. Recentemente, o jornalista Roberto Cabrini conversou com a menina. Após meses do crime, a jovem entrou no programa de proteção às testemunhas, mudou de estado, de nome e tenta recomeçar a vida. Sem mostrar o seu rosto, a adolescente deixou claro que sua vida virou um tremendo inferno e que isso é realmente importante para falar que as vidas são destruídas.

Vítima de estupro coletivo sofre preconceito da sociedade e chegou a ser 'culpada' pelos próprios abusos que sofreu

A adolescente conta que, mesmo após passar tanto tempo, nada que foi feito adiantou para transformar a sua vida. Ela ainda é reconhecida nas ruas e sofre o preconceito do abuso.

Os melhores vídeos do dia

Algumas pessoas chegam a colocar a culpa nela pelo o que aconteceu. Na ocasião dos abusos, por exemplo, fotos em que a jovem aparecia em meio a traficantes ganharam as redes sociais e ela foi sumariamente criticada.

Menina foi molestada e ficou com sérios ferimentos internos após abusos no Rio de Janeiro

A garota de 16 anos foi estuprada em uma comunidade da Zona Oeste do Rio de Janeiro e encontrada três dias depois, e logo em seguida o vídeo viralizou. Permanece agora com a família e teve de se recuperar após uma forte hemorragia e uma ruptura da bexiga. A menina foi resgatada em uma praça do Rio e, mais tarde, levava à família. Apesar de ter sido molestada, ela não queria falar sobre o episódio, como se tivesse vergonha diante de tudo o que aconteceu. A situação acabou movimentando muito a vida daqueles que acreditam que dá para recuperar a sociedade diante dos fatos terríveis do dia a dia.