Todo mundo sabe que a criatividade do brasileiro não tem limites, principalmente quando o assunto envolve coisas sexuais. Uma brasileira criou um produto que promete resolver o ‘problema’ de algumas mulheres que não conseguem sentir tesão quando vão para a cama com alguém: o Xapa-Xana – um lubrificante vaginal de origem nacional que tem o objetivo de levar mais prazer para as mulheres. O detalhe é que [VIDEO] ele é feito à base de maconha, sim, a droga que é ilícita no Brasil agora serve como a base do Xapa-Xana.

O produto aumenta a sensibilidade da mulher na região vaginal, e isso faz com que ela fique mais à vontade [VIDEO] no momento que vai participar de atividades sexuais.

O Xapa-Xana se trata de um produto que tem à base de maconha, mas ele recebe outros produtos para conter a mistura que resulta no produto final [VIDEO]. Além da maconha, o lubrificante também recebe o incremento de um óleo de coco, que é misturado com as folhas da Cannabis.

Como deve ser aplicado o produto?

A região pubiana das mulheres é algo muito delicado. Como de praxe, para aplicar o Xapa-Xana na região é necessário ter cuidado, pois, na indicação do produto os fabricantes dizem que a aplicação do produto deve ser feita cerca de uma hora antes do ato sexual. “A mucosa absorve o produto e deixa a região muito mais sensível aos toques”, disse a criadora do produto, como você pôde ver em vídeo logo acima.

Além de ajudar as mulheres a terem um maior prazer no momento do sexo, o Xapa-Xana também tem uma função antifúngica, anti-bacteriana e anti-inflamatória – quando o produto consegue afastar os organismos perigosos da região pubiana da mulher, fazendo com que ela se sinta protegida, depois que aplicar o produto que é a base de maconha.

Xapa-Xana pode dar orgasmos de até 15 minutos

Além de ter uma função antifúngica, o produto também promete fazer com que as mulheres tenham um ‘super orgasmo’ de até 15 minutos sem parar. Além de todo esse tempo tendo orgasmo, o público feminino também tem a opção de utilizar camisinhas no momento do ato sexual e libidinoso e ter orgasmos múltiplos.

Quando perguntada sobre a possibilidade de as mulheres ficarem ‘zonzas’ e ‘drogadas’, já que o produto é à base de maconha – uma droga reconhecidamente perigosa com relação à alteração de humor nas pessoas – os fabricantes do produto disseram que as mulheres que sentirem interesse em adquirir o produto podem ficar despreocupadas, pois, segundo os criadores do produto, o Xapa-Xana contém uma quantidade ‘aceitável’ de maconha em sua formação, ou seja, a quantidade não provoca nenhuma alteração no corpo da mulher, a não ser o de estimulá-la sexualmente.