No interior do Rio Grande do Sul, duas adolescentes acabaram praticando sexo dentro da sala de aula. [VIDEO] O vídeo divulgado em abril de 2013 do momento em que elas fazem sexo oral em seus namorados na escola acabou viralizando, com o material fazendo sucesso na internet. Segundo informações do ‘’Jornal da Record’’ [VIDEO] da época, as jovens acusam os ex-namorados de terem gravado as cenas e compartilhado na internet.

Para elas, a divulgação do conteúdo teria sido uma espécie de vingança em relação ao fato delas terem terminado a relação. As imagens de sexo explícito chocaram a pequena cidade de Bom Retiro do Sul, a 200 km de Porto Alegre (RS).

Na cidade de cerca de 12 mil habitantes não se falava de outro assunto.

Jovens alegam que vídeos de sexo teriam sido compartilhados por ex-namorados

Como se sabe, uma sala de aula não é o ambiente para que alguém tenha relações sexuais, mas, mesmo assim, as jovens acabaram sendo flagradas fazendo os atos libidinosos. Em um dos vídeos, uma jovem de 16 anos aparece praticando sexo oral no então companheiro.

Ela parece estar desinibida, não preocupada com o fato de na sala de aula ter outros estudantes menores de idade. Tudo foi filmado com um celular. A colega da mesma classe também foi vítima da divulgação do conteúdo explícito na internet. As duas conviveram com a vergonha de não conseguirem sair de casa sem que os vizinho olhassem torto para elas.

‘Eu confiava nele’, diz jovem que foi vítima de viral de vídeo íntimo

Em entrevista ao ‘’Jorna da Record’’, uma das vítimas, que tinha apenas 16 anos quando tudo aconteceu, disse que confiava no namorado e que, por isso, mesmo sabendo que esse tipo de conteúdo poderia acabar, mais tarde, vindo a ser compartilhado na internet.

O conteúdo começou a ser compartilhado ainda na sala de aula da pequena escola do Rio Grande do Sul.

Não demorou muito e os demais estudantes estavam compartilhando o material na internet. Muita gente fez questão de zombar das meninas, que acabaram passando pro problemas únicos em suas vidas.

Os pais dos garotos, que na época eram menores de idade, tiveram que responder pelo crime. Isso, é claro, depois das investigação para comprovar quem filmou e colocou o material na internet. Especialistas recomendam que ninguém filme ou fotografe atos sexuais. O mesmo vale para as famosas nudes da internet.

E você, o que pensa a respeito do assunto? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes à sociedade.