Alguns crimes podem acabar tendo grande repercussão em todo o país pelo modo traumático como ocorreram. [VIDEO] Recentemente, uma estudante da Universidade Federal do Acre acabou tirando a sua própria vida. Bruna tinha apenas 19 anos de idade, quando e teve a atitude de acabar para sempre com sua trajetória. Bruna era uma menina feliz, até cometer o ato, que foi transmitido ao vivo por meio do Instagram. Ela estava cursando Ciência Sociais em uma universidade federal da Região. Parte dos amigos de Bruna assistiu ao vídeo que ela transmitiu na internet. [VIDEO]

Muitos não sabiam exatamente onde a jovem morava. Por isso, ao enviarem o socorro, os bombeiros acabaram indo parar no endereço errado.

Já não havia mais o que fazer em torno do caso.

Jovem se enforca e transmite a sua dor ao vivo através da internet

Antes de cometer a atrocidade consigo mesma, a jovem já dava sinais de que alguma coisa estava errada. Ela escreveu mensagens que davam a entender que ela estava triste. Bruna também fez uma espécie de carta de despedida, solicitando desculpas aos amigos pelo o que ia cometer. Ela escreveu que antes de querer viver, importava-se mais em ser feliz. A estudante falava do duro julgamento da sociedade e como isso poderia atrapalhar as pessoas.

Pais da menina se mataram pouco depois

Alguns dias após a morte da jovem estudante, os pais dela também fizeram o mesmo. Desolados com a perda da filha, eles decidiram também tirar a própria vida. O caso gerou comoção na pequena cidade e até em todo o país.

Muita gente ainda tenta entender o que levou uma família inteira a morrer de uma forma tão trágica e triste ao mesmo tempo.

Internautas comentam atitude de jovem que se matou e se dividem

O assunto tomou conta das redes sociais. "Depressão é uma doença que realmente distorce seus pensamentos de uma forma que você acaba agindo de forma irracional e vendo lógica no absurdo, mesmo não havendo nenhuma lógica no suicídio, pois ninguém conhece nenhum pós-vida para ter certeza de que está de fato indo a algum lugar", disse um dos internautas ao falar sobre o tema.

Houve também quem criticasse a estudante por transmitir as imagens em tempo real na web. "Acho que transmitir o suicídio em vídeo mostra um mau-caratismo da pessoa, pois ela não está apenas querendo "acabar com a dor", mas também querendo chamar a atenção de quem ela não conhece, sem se importar em prejudicar o emocional dos outros", escreveu uma das pessoas que comentou o tema.

Previna-se contra o suicídio

No Brasil, existe o trabalho do Centro de Valorização da Vida (CVV). Para entrar em contato é fácil, basta ligar para o telefone 141. A ligação pode ser feita de qualquer lugar do país e é gratuita. Pessoas da instituição podem ajudar quem passa por esses maus momentos.