As plantas alimentícias não convencionais (Panc's) são utilizadas a milênios pelos povos de todo mundo, guardando em cada região do globo suas características únicas. Porém, com o advento da industrialização da agricultura muito dessa riqueza foi esquecida. A agricultura moderna homogenizou os sistemas de plantio e consequentemente a alimentação de milhares de pessoas.

A esterilização da agricultura, ou seja, a retirada total de plantas espontâneas do sistema de cultivo fez com que muitas espécies de Panc's fossem esquecidas e tratadas como 'daninhas' ou 'inço' - um grave erro da agricultura moderna.

Elas podem ser utilizadas como fonte de renda complementar ou principal para pequenos agricultores, gerando um aumento de divisas e melhores condições de vida.

Entretanto, seu papel principal está relacionado aos benefícios nutracêuticos que essas espécies apresentam - uma verdadeira cura e prevenção holística de doenças.

Folhas, frutos,vagens, grãos e tubérculos - as possibilidades são inúmeras quando se fala em Panc's. Muitos gastrônomos, nutricionistas e cientistas vêm estudando os usos e as propriedades dessas maravilhas da natureza. O crescente número de trabalhos acadêmicos sobre o tema e de sites e artigos que abordam o assunto estão impulsionando e trazendo novamente a nossa realidade o conhecimento ancestral acerca desses vegetais.

Prepare-se para rever o seu conceito de alimentação diversificada, segue abaixo algumas espécies:

  • Ora-pro-nobis (Pereskia aculeata) : Planta típica da culinária mineira, apresenta ação depurativa sendo empregada para conter processos inflamatórios. É rica ácido fólico (indicada para gestantes) e cálcio.
  • Capuchinha (Tropaeolum majus) : Rica em vitamina C, com folhas,flores e frutos comestíveis. Apresenta alto teor de carotenoides.
  • Melão de São Caetano (Momordica charantia) : Suas propriedades combatem inflamações hepáticas, dores musculares e na forma de emplasto ajuda no tratamento de furúnculos.
  • Trapoeraba ( Commelina erecta) : Planta rica em proteínas, sais minerais, com ação diurética, anti-inflamatória e anti-reumática.
  • Taioba ( Xanthosoma sagittifolium) : está entre as mais conhecidas da população, porém é muito confundida com a falsa taioba ( que apresenta oxalato de cálcio - que provoca cálculos renais, e substâncias que podem desencadear processos alérgicos sérios), sendo assim, a correta diferenciação entre ambas é imprescindível.

A taioba é rica em vitaminas A,B,C, rica em cálcio, ferro e fósforo.

As plantas alimentícias não convencionais apresentam uma infinidade de espécies, sabores e benefícios. São fonte de nutrientes, apresentam propriedades medicinais e trazem consigo todo o conhecimento ancestral que liga o ser humano à natureza.