Quando falamos de triângulo das bermudas, estamos falando de um dos lugares mais misteriosos de todos os tempos. O famoso local está situado no Oceano Atlântico, interligado a três pontos: Ilhas Bermudas (que nomeia a região), Porto Rico e Fort Lauderdale, na Flórida.

Esse local cheio de interrogações ficou famoso pelo desaparecimento de aviões e embarcações [VIDEO]. O mais intrigante é que até mesmo equipes de buscas sumiam. Já as poucas que retornavam relatavam que nenhum destroço era encontrado na região.

Apesar de todo o ar de mistério que ainda ronda a localidade, a ciência já se encarregou de trazer explicações para tantos acontecimentos.

Então veja aqui alguns fatos aleatórios sobre o Triângulo das Bermudas

Índice baixo de desaparecimentos

Para tentar acabar com a ideia de que os desaparecimentos são causados por coisas de “outro mundo”, a Guarda Costeira americana fez um levantamento que mostrou que o número de desaparecimentos de navios é muito baixo, tendo em vista a quantidade de embarcações que passam pela região.

Pouco risco

Você pode não acreditar, mas o Triângulo das Bermudas não é considerado um dos lugares mais perigosos para se navegar. Segundo um estudo feito pela World Wide Fund for Nature, a WWF, os locais mais perigosos são o Mar da China Meridional e nas Índias Orientais.

E os destroços?

Um dos fatos que mais intrigam as pessoas quando se fala em Triângulo das Bermudas é de que os destroços de aviões e navios que desaparecem no local dificilmente são encontrados.

A explicação para isso está na Corrente do Golfo que tem cerca de 80 km de largura e um percurso de cerca de 6750 km. Ou seja, os destroços podem ir para qualquer lugar.

Várias causas

É quase que automático pensarmos em algo sobrenatural [VIDEO] quando ouvimos falar de algum acontecimento no Triângulo das Bermudas. A verdade, no entanto, é que as causas de acidentes nessa localidade são tantas que nem é possível listar.

Autoridades

Na opinião de algumas autoridades, como Guarda Costeira dos EUA, cientistas e seguradoras, o local não é realmente perigoso, e afirmam que tudo não passa de lendas e boatos constantemente alimentados pela sociedade.

O nome

O termo Triângulo das Bermudas foi utilizado para nomear o local pela primeira vez, em 1964, em um artigo de revista escrito por Vicent Gaddis. À época, o nome não foi bem aceito e não era muito utilizado, mas com o passar do tempo muitos autores passaram a utilizar esse nome para criar ficções e falar dos acidentes no local.