Todo mês, os "sorteios financeiros" espalhados pelo mundo tornam cidadãos pobres em milionários do dia para noite. No entanto, nem tudo são rosas, e há muitos casos de pessoas que, logo apos ganharem na loteria e receberem a melhor notícia no mundo, foram parar numa situação indesejada, que nem o homem mais pobre de todos gostaria de passar.

Americano morreu antes de receber sua bolada estimada no valor de 425 mil dólares

Urooj Khan havia ganho um cheque do Estado de Ilinois. O homem esperava ansiosamente pela quantia que supostamente mudaria toda sua vida, no entanto foi surpreendido e morreu antes de colocar a mão na bolada.

Os policiais responsáveis pela investigação levantaram uma hipótese de envenenamento, baseando-se em resíduos suspeitos localizados na corrente sanguínea do "premiado". A perícia negou qualquer relação do "envenenamento" com os 425 mil dólares sorteados.

Amanda Clayton e a suposta fraude milionária

Amanda Clayton, após ter sido sorteada com 1 milhão de dólares, foi acusada de fraude, e perdeu toda a grana.

A acusação foi baseada no fato de ela continuar recebendo ajuda governamental para alimentação.

Após perder a bolada, Amanda morreu de overdose.

Keith Gough e seu gasto excessivo em álcool

Keith era como um bom americano equilibrado e econômico. O homem raramente gastava mais que o necessário. No entanto, por motivos desconhecidos, algum tempo após ter ganho milhões na loteria, Gough se viciou drasticamente em bebidas alcoólicas, motivo esse que culminou no fim de seu casamento.

Algum tempo depois da separação, Keith foi internado em uma clínica de reabilitação, onde conheceu um vigarista chamado James Prince, que acabou ficando com grande parte de sua fortuna.

Anos após o ocorrido, o milionário morreu de infarto (provavelmente causado pelo stress e demasiado consumo alcoólico). De toda sua fortuna restaram apenas 1,3 milhão de dólares.

Michael Carroll - 14,5 milhões gastos em drogas e extravagâncias

Aos 19 anos, Michael faturou US$ 9,7 milhões de dólares através de um bilhete eletrônico na loteria em 2002.

No entanto, após um tempo, Michael começou a torrar toda a grana com luxúria e drogas, chegando a gastar 3 mil dólares em crack por dia. Seu consumo foi tão exagerado que o "ex-milionário" passou a sobreviver com apenas, 300 dólares por semana.

Ganhador da mega-sena é assassinado em um bar no Ceará

O ganhador da edição de 2011, da mega-sena [VIDEO], Miguel Ferreira, foi morto em uma pequena cidade cearense, Campo Sales, na madrugada deste domingo (4). Miguel Ferreira era empresário, e foi sorteado com um prêmio de R$ 39 milhões em 2011.