O Krav Magá (“combate de contato” em hebraico) nasceu em 1940, em Israel. O intuito da modalidade era defender os mais fracos através de golpes que simulassem o movimento natural do corpo. Seu criador, Imi Lichtenfeld, era praticante de outros esportes, como Boxe, Judô, Wrestling e natação, e fornecia treinamento para as Forças Armadas de Israel. Ao treinar os soldados, ele percebeu a dificuldade em ensinar algumas técnicas, resolvendo criar uma arte de defesa pessoal que fosse natural, fácil no aprendizado e com resultados mais letais.

Publicidade
Publicidade

Iniciou-se, assim, o Krav Magá.

Hoje o Krav Magá é a defesa pessoal mais praticada por exércitos e forças armadas do mundo, incluindo o exército de Israel, algumas forças especiais do exército dos EUA, Mossad, FBI, unidades especiais da SWAT e a Polícia de Nova York.

Krav Magá no Brasil

O Krav Magá chegou no país em 1990, na cidade do Rio de Janeiro, através do Mestre e discípulo de Imi, Kobi Lichtenstein.

Publicidade

O lutador Israelense veio à Cidade Maravilhosa por acaso, considerou que ela era perigosa e necessitava de uma defesa pessoal funcional para que as pessoas pudessem se proteger.

Reváns – International Fight Organization

No Brasil, existe, atualmente cerca 5 federações de Krav Magá. Uma delas se chama Reváns, que significa "Nova luta", e nasceu com o objetivo de capacitar profissionais credenciados a ministrar atividades e instruções de Krav Magá de qualidade, fornecendo a eles material didático, metodologia de ensino e conhecimentos básicos em diversas áreas, a fim de melhorar a segurança, auxílio aos praticantes e ensinar a arte da defesa pessoal.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Iniciado em 2015 por Bruno Moreira, faixa preta na modalidade, graduado instrutor de Krav Magá pelo Grão-Mestre Yaron Lichtenstein, afirma que a arte de defesa pessoal não é apenas socar e derrubar pessoas, mas sim se antecipar, se proteger e evitar possíveis conflitos. A organização vem fazendo um bom trabalho no Krav Magá com filiais na cidade de São Paulo, Jaú, Minas Gerais e Vitória.

Filosofia da modalidade

O Krav Magá não é uma arte marcial e nem um esporte.

Não há competições, campeonatos ou medalhas. Segundo seus praticantes, o maior troféu é a vida que será salva. A prática é destinada a todos, sejam crianças, adultos ou idosos.

Assim, a luta não é para combate. Trata-se de uma autodefesa aprimorada com o intuito de proporcionar proteção, evitar o combate e assim defender a vida. Em um país como o Brasil, esse tipo de filosofia parece mais do que ideal.

Publicidade

Veja também

Quanto ganham os atores de ‘Stranger Things’?

Como evitar a ameaça das Fake News

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo