2

A infestação por piolhos, também conhecida como pediculose, é uma infecção dos cabelos e do couro cabeludo pelos piolhos de cabeça, que se espalham com rapidez e causam muita coceira. A condição é muito comum entre crianças mais jovens, que geralmente a contraem dos amiguinhos devido à aproximação, e não costuma ser considerada grave.

Os piolhos aparecem aos poucos, passam através do contato direto e a coceira pode levar semanas para aparecer. Os ambientes mais propícios para a proliferação de piolhos e lêndeas (ovos) são creches e escolas, justamente pela aglomeração de crianças e porque muitas brincadeiras requerem contato físico direto.

Piolho não significa falta de banho

É válido salientar que o surgimento de piolhos não tem nenhuma relação com a higiene dos cabelos, nem com falta de limpeza. Eles simplesmente passam de uma pessoa para outra por proximidade.

Além disso, animais domésticos como cães e gatos não desempenham qualquer papel em sua transmissão; os piolhos querem se alimentar e se reproduzir, mas só se alimentam de sangue humano.

Prevenção

É praticamente impossível evitar que seu filho fique ao lado de crianças que tenham Piolho. Sendo assim, o melhor é examinar a cabeça das crianças periodicamente, podendo inclusive usar um pente fino, e agir com rapidez se perceber qualquer coisa diferente.

Além disso, dobre a atenção se seu filho coçar muito a cabeça ou estiver muito inquieto. Identificando o problema bem cedo, você ajuda a não passá-lo a outras crianças!

Se alguma criança tiver piolhos, é bom verificar todos os outros moradores da casa.

O aparecimento de lêndeas não configura infestação, somente se você encontrar piolhos vivos é que deve iniciar um tratamento.

Como tratar piolhos e lêndeas

O ideal é sempre procurar um médico antes de tomar qualquer atitude, pois cada caso pode ser diferente. Apenas para conhecimento, listamos aqui os métodos mais usados para acabar com os piolhos:

1. Medicamentos: hoje existem dezenas de produtos voltados para acabar com o problema, a maioria podendo ser encontrada em farmácias, incluindo remédios, xampus e cremes específicos para tratamento. Procure orientação de um profissional da saúde!

2. Remédios caseiros: muitas soluções caseiras prometem resolver a infestação, incluindo vinagre, chá de arruda, azeite e óleos naturais, mas nada tem comprovação científica. Tenha bom senso antes de experimentar qualquer “milagre”.

3. Métodos mecânicos: como antigamente, pentear bem os cabelos com um pente extrafino é uma solução eficaz para remover piolhos e lêndeas. Para casos mais graves, raspar totalmente a cabeça também pode ajudar bastante.

Optando por qualquer um desses métodos, é essencial lavar muito bem e frequentemente as roupas dos infectados, incluindo roupa de cama, fronha e toalhas, pois os piolhos conseguem sobreviver até dois ou três dias sem se alimentar com sangue.

Vídeo de um caso extremo

O vídeo abaixo ilustra um caso bastante extremo de piolhos, que com certeza irá alertar pais e mães. É possível ver uma mãe tirando milhares de piolhos da cabeça de uma criança.

Para saber ainda mais sobre piolhos e pediculose, clique aqui.

Veja também

Elimine as varizes para sempre com apenas esse ingrediente especial [VIDEO]

Isso é o que acontece com seu corpo 10 horas após a aplicação do esmalte de unha [VIDEO]