Muitos de nós, depois de ouvir a notícia da morte de nossa celebridade favorita, queremos saber onde estávamos quando aconteceu. O que eles estavam fazendo? O que eles estavam pensando? Apenas ver sua foto pode nos fazer sentir um pouco melhor. Milhões de fotógrafos seguem nossas estrelas favoritas todos os dias para tirar fotos que podem ser as últimas.

1. Robin Williams

Robin Williams nasceu no dia 21 de julho de 1951 e chocou a todos quando tirou sua própria vida! Sua esposa disse: “Perdi meu marido e melhor amigo, enquanto o mundo perdeu um dos seus mais queridos artistas. Estou totalmente abalada”. A lenda nos deixou aos 63 anos, em 2014.

2. James Dean

James Dean nasceu em 8 de fevereiro de 1931. Ele foi o primeiro ator a receber uma candidatura póstuma ao Oscar de Melhor Ator. Sua última foto [VIDEO] foi tirada antes de uma viagem de carro. Ele era um fã de corrida e essa paixão acabou tirando sua vida. De acordo com Ron Nelson: “O carro e a posição do corpo de Dean indicaram que sua velocidade no momento do acidente era mais de 80 quilômetros por hora”. Ele faleceu no dia 30 de setembro de 1955.

3. Elvis Presley

Elvis Presley nasceu em 8 de janeiro de 1935 e é conhecido como um dos ícones culturais mais significativos do século XX e também como o Rei do Rock and Roll. O divórcio de Elvis aconteceu [VIDEO]no dia 9 de outubro de 1973 e sua primeira overdose aconteceu logo depois disso. Apesar de sua saúde, que estava constantemente se deteriorando, a estrela fez outra turnê.

Conforme previsto, ele teria outra turnê no dia 16 de agosto de 1977. Sua então namorada o encontrou no chão do banheiro e sua morte foi pronunciada às 15h30 daquele mesmo dia. Apesar disso, alguns fãs ainda repetem os dizeres: "Elvis não morreu".

4. Amy Winehouse

A cantora estava realmente no melhor momento de sua carreira [VIDEO]. Seus discos estavam vendendo bem e seus shows lotados. Mas, infelizmente, em 23 de julho de 2011, ela foi encontrada morta em seu apartamento. Na época, a legista responsável pelo caso, Shirley Radcliffe, afirmou que Amy morreu por abusar de álcool, após passar por um período de abstinência. Mas, diz-se que duas horas antes de sua morte, ela ligou para seu médico implorando: "Eu não quero morrer".

Ela ainda é conhecida pelas marcas que deixou na indústria da música como uma das cantoras mais talentosas do mundo. A quantidade de álcool encontrada em seu sangue foi 5 vezes maior do que a quantidade que pode causar a morte de um ser humano.