Um ladrão foi agredido durante tentativa de roubo. O caso foi registrado no último dia 16 de janeiro, em Sorriso, município a 420 quilômetro de Cuiabá, capital do Mato Grosso.

Segundo a Polícia, um grupo de homens estava no shopping popular de Sorriso, onde tinham a intenção de realizam um roubo a uma casa lotérica. Um deles entrou no estabelecimento, enquanto o restante do bando aguardava do lado de fora. Com a arma em punho, ele render todas pessoas que estavam na lotérica.

O bandido pediu tudo de valor que as vítimas possuíam. Em um determinado momento, o assaltante apontou a arma para um homem e, em seguida, para a filha que o acompanhava.

Diante disso, o pai ficou revoltado e entrou em luta corporal com o acusado. Durante a briga, um tiro acabou sendo disparado, mas ninguém foi atingido.

O restante do bando que aguardava do lado de fora viu o momento que o comparsa estava sendo agredido e fugiu. A vítima desarmou o assaltante. Diante disso, as pessoas que estavam no local aproveitaram para fazer justiça com as próprias mãos.

O elemento acabou sendo brutalmente agredido com socos e pontapés. Uma pessoa que passava no local viu o momento em que o bandido estava sendo agredido e acionou a Central da Polícia [VIDEO]Militar, relatando que um bandido estava apanhando de populares.

Diante disso, a unidade repassou as informações para algumas viaturas da PM que estavam próximas ao local. Em seguida, uma equipe da Polícia Militar chegou ao local e encontrou o bandido agredido com os pés e mãos amarrados.

Os policiais [VIDEO] separaram a briga e prenderam o acusado, que estava portando um revólver calibre 38, que estava com o homem que reagiu ao assalto.

Já preso, os militares perguntaram para o assaltante preso onde estariam os outros comparsas, mas ele não quis falar. Algumas pessoas disseram que viram um dos comparsas entrando em um táxi.

A polícia [VIDEO] passou essa informação para as demais viaturas, que localizaram o restante do bando escondido em uma mata. Os homens confirmaram a participação no crime.

Todos foram levados para a delegacia de Sorriso, para que o delegado responsável pelo caso fizesse os procedimentos necessários. O homem que reagiu ao assalto preferiu não prestar depoimento sobre o fato.

O bandido agredido foi encaminhado para um hospital da região e passou por uma avaliação médica. Em seguida, ele foi conduzido para a delegacia.

O delegado disse que irá tentar conseguir algumas imagens feitas pelas câmeras de segurança da lotérica para tentar ver o momento que o homem anunciou o roubo.