A passista Viviane de Assis tem 38 anos e é destaque de chão da Unidos do Viradouro, escola de Niterói. Entrou na vermelho e branco em 2008, através de um concurso para escolher a substituta de Juliana Paes no posto de rainha da bateria. Mesmo não chegando à final, foi convidada pela escola para sair de passista. Segundo ela, sofreu preconceito de algumas meninas da ala e desfilava “meio escondida” no meio das outras.

Diziam que ela não tinha perfil de “passista-padrão”. Ela aceitou e permaneceu na escola. Em pouco tempo, se destacou por seu samba no pé. Venceu o preconceito e se tornou ícone na Marques de Sapucaí. Hoje se diz satisfeita por receber da diretoria da agremiação o respeito e carinho que todo portador de nanismo deveria receber país a fora.

Com vinte anos de Carnaval no Rio de Janeiro, Vivi de Assis desfilou com a fantasia “O Sonho de voar”.

O enredo deste ano (2018) foi “Vira a Cabeça, Pira o Coração - Loucos Gênios da Criação”. Mesmo com seus 1,25 m de altura, a sua presença é gigantesca na avenida e certamente encheu os olhos dos espectadores que foram prestigiar a escola de Niterói no segundo dia de desfiles da Séria A. Ela desfilou na no sábado (10/2), na terceira agremiação a se apresentar.

Como ela mesma afirmou numa entrevista, sua fantasia é “linda, maravilhosa, toda decotada”.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Carnaval

Ela saiu majestosa com um salto alto e asas douradas. Alçou voo com seu sorriso sempre presente. A fantasia, desta vez, foi feita sobre medida, a despeito dos últimos quatro anos anteriores. Segundo ela, as fantasias precisavam de ajustes que eram feitos por ela em casa mesmo.

Mãe de Paulo Rodrigo, de 16 anos, que é passista do Grêmio Recreativo Escola de Samba Estácio de Sá, não faz cerimônia com os fãs para tirar uma selfie.

Muito simpática e atenciosa, qualidades de uma verdadeira diva, esboça felicidade desfilando na quadra.

Em seu facebook achamos declarações como: “-Muito simpática e samba muito ! Sou seu fã ! Passei na Ala Amor e Paz na Portela. Acenei para você e fostes muito simpática ! Obrigado por você existir bjo !”. Afirmou um internauta.

Palestrante engajada, Viviane de Assis, é membro da Associação de Nanismo do Estado do Rio de Janeiro (ANAERJ) que reúne próximo a seis mil associados com pouco mais da metade apenas na capital.

A presidente da Anaerj Rio, principal entidade que representa os anões brasileiros, é a advogada Kenia Maria Rio que preside a cerca de 10 anos. A Associação fica na Rua Senador Dantas, 75 Sala 1615 no Rio De Janeiro - RJ, CEP: 20031-204.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo