Já parou para pensar como seria se você fosse proibido de morrer [VIDEO] em sua cidade? Se você tivesse de sair antes que isso acontecesse para não matar o resto da população. Pois é, uma cidade ártica tem uma lei [VIDEO] para isso. Morrer pode ser uma coisa normal e totalmente natural em todo o mundo, mas nessa cidade ártica é um descumprimento da lei.

Desde 1950 uma cidade ártica proíbe que seus habitantes morram lá. A lei diz que, caso a pessoa esteja em estado terminal não poderá morrer lá, mesmo que tenha nascido e vivido toda sua vida ali, o doente é obrigado a se retirar da cidade antes que morra. No caso de mortes repentinas, por mau súbito ou até assassinato, o corpo é levado para fora da cidade para ser velado e enterrado.

Para o resto do mundo isso pode ser uma barbárie, mas lá é uma lei comum e respeitada. Mas essa lei tem um motivo para existir. Mas o que de tão perigoso poderia acontecer caso os mortos fossem enterrados na cidade de Longyearbyen, nas ilhas Svalbard? No ano de 1950 foi descoberto que o permafrost (solo de regiões polares composto por gelo, terra e pedras) não deixava que os cadáveres fossem decompostos, ou seja, caso alguém morresse de uma doença grave o vírus poderia continuar vivo e contaminar outros indivíduos.

Ainda no ano de 1917 foi descoberto o vírus da Influenza Espanhola nos cadáveres, que causou a morte de várias pessoas. Na Sibéria em 2016 ouve um surto de antraz que matou cerca de 2,300 renas e deixou outras 90 pessoas em estado grave, além de matar um garoto. Após o surto do antraz, os pesquisadores acabaram descobrindo que tudo foi causado pelo cadáver de uma rena que estava carregando o vírus da doença, quando o corpo do animal sofreu um descongelamento pela onda de calor o vírus se espalhou.

Depois desse trágico episódio as autoridades tomaram a medida desesperada de proibir que qualquer habitante da cidade, sendo ele homem ou animal de morrer no local. Os habitantes do local aceitam e cumprem a lei pois sabem dos riscos que correm caso descumpram a regra. Agora sabendo do motivo para a proibição, provavelmente todos concordam com essa lei e também acatariam caso necessário.

Uma curiosidade é que poucos sabem, mas a Influenza Espanhola foi a pior epidemia que houve no mundo, esse vírus matou 5% da população mundial. Algumas personalidades brasileiras do ano de 1918 morreram por causa da gripe espanhola, entre eles Rodrigues Alves 5º Presidente da República, Belfort Duarte futebolista e Analia Franco educadora.