Mães e pais sabem que não é nada fácil lidar com a birra infantil. As crianças muitas vezes são um desafio, principalmente se esses comportamentos acontecem em público. Que pai ou mãe nunca passou vergonha num shopping ou restaurante enquanto seu filho se debate no chão, chutando o ar e gritando? Alguns pimpolhos chegam até mesmo a bater a cabeça propositalmente na parede ou no chão, para chamar a atenção.

Muitos pais até evitam sair por não conseguirem controlar a criança e acabar com a birra. Mas esse Comportamento é extremamente comum, já sendo reconhecido por especialistas como uma fase – e quase todas as crianças passam por isso.

E acredite, tem solução! Confira agora algumas dicas para lidar com a birra das crianças:

Não perca o controle

Na hora em que a criança começa a fazer birra, a maioria dos pais perde o controle, grita mais que a criança e, às vezes, chega até a dar umas palmadas no filho. Mas a criança ainda não tem controle de suas emoções, pode estar apenas querendo demonstrar frustração e essa atitude dos pais pode piorar a situação.

Segundo psicólogos infantis, os pais que perdem o controle assustam a criança e atrapalham a comunicação. O melhor a se fazer é olhar o filho nos olhos de forma firme, e tentar acalmá-lo antes de explicar que o que ele está fazendo é errado. Tente fazer isso no mesmo nível de altura dele, ajoelhando-se e falando com um tom de voz normal, sem gritar.

Não volte atrás no que falou

Se a criança está fazendo birra para comer doce fora de hora e você nega, mantenha a palavra, mesmo que ela continue fazendo gritando.

Quando se volta atrás em uma decisão por não aguentar mais o escândalo da criança, ela irá repetir a atitude na próxima vez em que ouvir um não.

Ignore a birra

Muitas vezes as tentativas dos pais de acalmar a criança não dão certo. Então, o melhor a fazer é ignorar a Manha. Isso dará um tempo para que a criança perceba que o escândalo não é o jeito certo de pedir algo e também fará com que os pais consigam recuperar o controle. Os pais podem conversar sobre outro assunto entre eles, por exemplo, para mostrar que não estão dando atenção para os berros.

Distraia a criança

Depois de inúmeras tentativas em tentar acalmar a criança, se nada der certo, o melhor é buscar uma distração para mudar a atenção dela para outra coisa. Depois que conseguir distrair a criança, converse com ela sobre o ocorrido e tente explicar que os gritos e choro não fazem com que consiga o que quer.

Mantenha uma rotina

As crianças que não têm uma rotina de sono, alimentação e brincadeiras podem se irritar com mais facilidade.

A fome e o cansaço deixam qualquer pessoa irritada, e com as crianças isso se transforma numa birra sem fim.

Tente estabelecer horários para as atividades cotidianas. Assim, a criança se acostuma e para de se irritar com tanta facilidade por já conhecer a rotina.

Ser mãe e pai não é uma tarefa fácil, mas também não é impossível. Lembre-se de sempre conversar com os filhos sobre os sentimentos. Dessa forma, eles podem aprender a lidar com as frustrações e a convivência só deve melhorar.

Leia também:

Como eram os atores de ‘Chaves’ quando jovens [VIDEO]

Conheça os 5 signos mais cafajestes do zodíaco [VIDEO]