Nessa semana, uma história que caiu na internet causou a revolta de milhares de pessoas. [VIDEO]Nela, uma mulher de suposto nome Naomi, teria sido condenada a mais de 30 anos de prisão. O motivo? Ela teria decidido defender a honra da própria filha, uma menina de apenas três anos de idade. Ela teria sido morta durante um abuso sexual cometido por um homem de trinta anos de idade. Naomi foi presa por ter matado esse homem. Nessa semana, os sites 'Brasil KKK' e 'Terra Interessante', que fazem parte do grupo 'Post Gogo', deram destaque a essa notícia. Mas será que ela é mesmo verdadeira? [VIDEO]

Notícia falsa de mãe presa volta a repercutir um ano depois

Naomi seria apenas uma mulher que estaria indignada com a justiça.

Isso porque a sua filha foi abusada e nada aconteceu diante do abusador da garota. No entanto, toda a história que voltou a repercutir não passa de uma Fake news, que nem é novidade. Em abril do ano passado, o site 'E-Farsas' deu destaque a essa informação, negando diversos dados apresentados. Novamente, no entanto, sites caça-cliques acabam divulgando esse conteúdo.

Como identificar se uma notícia é ou não falsa?

A notícia dá detalhes impressionantes, que a fazem até parecer verdadeira. Naomi, de 30 anos, teria sido presa pelo crime de assassinato em primeiro grau, depois de ter encontrado fotografias da sua filha de 3 anos sendo abusada. Uma foto do suposto abusador também é exibida. O nome dele foi identificado como Ernesto Ramírez. A imagem mostra um homem muito machucado em seu leito de hospital e depois confirma que ele teria falecido devido aos gravíssimos ferimentos.

A imagem da mulher apresentada na notícia é de Rosa Nelly. Ela foi condenada sim por assassinato, mas não do abusador de sua filha, mas porque matou o próprio marido. Sendo assim, todo mundo que leu a informação e a compartilhou acabou sendo enganado.

Mas como identificar se uma notícia é ou não falsa? Quando uma notícia for muito chamativa e você a ver em um site não muito conhecido, um passo que costuma funcionar é verificar se a mesma informação já foi noticiada em outros lugares. Especialmente se tratando de crimes, esse cuidado é necessário, afim de que pessoas inocentes não sejam acusadas por algo que não cometeram.

Além disso, desconfie sempre de quem promete muito. Hoje muitas pessoas acabam sendo prejudicas graças à internet. Crimes de todos os tipos acontecem no ambiente virtual. Por isso, todo cuidado é pouco.