O leite materno é indispensável para a saúde do bebê, por isso, essa deve ser a única alimentação da criança nos seus primeiros meses de vida. [VIDEO] Ele contém tudo que é preciso para crescer saudável. Algumas mulheres, pelos mais variados motivos, não têm leite para amamentar e acabam contando com a solidariedade de outras mães, que por ter leite em excesso, doam uma certa quantia.

Mas, uma Mulher resolveu fazer diferente. Ela vem ganhando muito dinheiro vendendo seu leite materno, só que os compradores são homens. Há alguns meses, ela teve o seu segundo filho. O leite é suficiente para amamentar o bebê e ainda sobra muito.

A mulher de 24 anos resolveu inovar e faturar uma grana com isso, vendendo o leite que sobra.

O que muita gente não sabe é que muitos homens possuem fetiche por leite materno, mas dificilmente encontram uma oportunidade de obter o líquido precioso. Essa mãe encontrou uma forma de satisfazer esses marmanjos e ainda ganha um bom dinheiro com isso. Ela contou que era tanto leite que o freezer em sua casa vivia lotado. Ela já não sabia o que fazer. A princípio, começou a doar para outras mulheres. Mesmo assim, estava sobrando leite, e quando começou a comentar isso com as pessoas, começaram a surgir homens interessados.

Segundo ela, alguns de seus clientes garantem que o leite materno é bom para ganhar músculos, mas a maioria admite que o interesse é mesmo por fetiche.

"Era esquisito dar o meu leite a homens com fetiche, mas depois acabei não me importando mais", contou a mulher, que vem dividindo opiniões, pois se algumas pessoas acham a prática bem criativa e válida, afinal, o leite é dela, outros estão criticando e acham que ela deveria doar o leite que sobra, pois há muitas crianças passando fome.

Quanto dá para faturar com leite materno?

Se a moda pega, as mulheres poderão ganhar um bom dinheiro enquanto estão amamentando. Nesse caso em específico, até agora, essa mãe já faturou o equivalente a R$ 20 mil [VIDEO]e com a quantidade de leite que ainda tem, poderá chegar facilmente aos R$ 50 mil.

Mas, isso não significa que qualquer mulher amamentando pode faturar isso, vai depender muito da região onde mora e se na cidade há homens com esse fetiche por leite materno. Algumas já pensam em anunciar o produto nos classificados virtuais, porém, o comprador precisa ficar atento, pois o transporte do leite materno não pode ser feito de qualquer jeito, além de precisar ser mantido na temperatura ideal para o armazenamento.