Algumas situações que acontecem no Brasil e no mundo surpreendem pela forma como se desenvolvem [VIDEO]. Recentemente, um casal acabou sendo flagrado no Quênia, na África, em uma situação inusitada. Os dois ficaram presos pelos corpos - um do outro - durante um ato íntimo. [VIDEO] Pessoas que estavam na região, assustadas e surpresas com o fato anormal, fizeram questão não apenas de ajudar. Elas também gravaram vídeos mostrando toda a cena e isso causou um turbilhão de sentimentos. Alguns riram do fato, enquanto outros solicitaram mais respeito aos pobres coitados, afinal, eles não tinham culpa de como as coisas foram se desenvolvendo.

Mulher com vaginismo fica presa no marido em pleno hotel

Acredita-se que a mulher estava com vaginismo e que, por isso, ela ficou presa em seu companheiro no hotel queniano.

Quem tem essa condição acaba tendo uma contração dos músculos do seu órgão genital. Isso faz com que o homem, mesmo querendo, não consiga mais retirar o seu órgão de dentro da mulher. Por isso, a dupla acabou vivendo um tremendo desespero no hotel do africano, precisando de ajuda, inclusive, para tentar desgrudar.

Casal fica colado durante transa e é retirado ainda grudado no hotel

O casal foi retirado do local em uma maca. Eles sabiam que estavam sendo vigiados por outras pessoas, mas a dor era tão grande que pareciam nem ligar para o tamanho da exposição. No momento da retirada, um ainda estava grudado no outro. Para tentar dar algum tipo de preservação à intimidade com que tudo o que ocorria.

O casal ficou apavorado dentro do quarto, então, gritou por ajuda e foi transportado em uma estrutura volante de madeira pelas ruas da cidade até um hospital.

A mídia africana deu grande destaque ao caso, fazendo com que ele virasse um fenômeno mundial. Aqui no Brasil as informações foram dadas pelo jornal carioca 'Extra'.

Distúrbio de mulher a faz não conseguir desgrudar vagina de marido

A mulher que sofria da condição do vaginismo cobriu o seu rosto, a fim de quem estivesse na rua não visse suas vergonhas. Muitos populares, no entanto, àquela altura, já estavam mobilizados tentando entender o passo a passo para que tal fato tenha chegado a esse estágio.

Apesar de inusitada, a cena não é inédita no país. Pelo menos é que o relata a mídia angolana. Outros casos do tipo já foram noticiados na região e muitas pessoas não entendiam o que ocorreu. "Boa sorte para esse homem, que vai sofrer com essa mulher", disse um internauta.